INFANTICÍDIO

Deputado propõe aumento de cadeia para criminosos que cometem crimes contra crianças

Caso Henry Borel e outros crimes incentivaram Aluísio Mendes (PSC) a apresentar projeto que deve elevar pena para atos contra crianças

Como forma de tentar combater a crescente onda de violência contra crianças em todo o Brasil, o deputado federal Aluísio Mendes (PSC-MA) apresentou proposta para aumentar as penas para crimes contra menores de 14 anos. Caso aprovada, os crimes de homicídio, lesão corporal quando cometidos contra pessoa menor de 14 (quatorze) anos e o crime de estupro de vulnerável terão suas penas aumentadas pelo menos em 1/3.

PANDEMIA DO ÓDIO

Neste ano, a morte do menino Henry Borel, no Rio de Janeiro, chocou a sociedade brasileira. Meses antes, um garoto encontrado nu e desnutrido acorrentado dentro de um barril revoltou o país. Ainda em 2019, em Luziânia (GO), um garoto de 2 anos teve a vida finalizada após o ataque de um pitbull. Dois anos antes, em 2019, o menino Rhuan Maycon foi esquartejado por um casal de lésbicas em outro momento infame da história brasileira. Em dezembro de 2015, Beatriz Angélica Mota Ferreira da Silva, de 7 anos, foi encontrada morta com 42 facadas.

Na justificativa do projeto, Aluísio Mendes lembra que a violência mais atendida nas unidades de saúde, contra crianças e adolescentes de 0 a 13 anos, é o estupro, que ocorre na própria casa da vítima em 58% dos casos.

“A frequência com que este tipo de notícia acontece deveria promover uma grande reflexão sobre o tratamento que estamos dando a nossas crianças. Dei a minha contribuição apresentando um projeto que aumenta a pena, mas devemos ir adiante”, avaliou Aluísio.

O projeto, além de prever aumento de pena para crimes contra crianças, também estabelece elevação do cárcere se o crime for cometido por parentes, padrasto, madrasta, tutor ou curador. Também há a possibilidade de elevação da pena se o crime for cometido contra criança portadora de deficiência. 

Educação

César Pires destaca obra de Accioly Cardoso na área da educação

A primeira escola de tempo integral em São Raimundo das Mangabeiras iniciará suas atividades no ano letivo de 2022. A obra foi anunciada pelo prefeito Accioly Cardoso (PSD) durante a inauguração do centro de diagnóstico por imagem da Unidade Mista São Raimundo Nonato, que contou com a participação de dezenas de lideranças políticas, entre elas o deputado estadual César Pires.

“Com a economia que fizemos dos recursos destinados ao transporte escolar podemos investir nesse sistema de educação. Esperamos que a obra transcorra dentro do período previsto que é de 120 dias. Certamente no próximo ano teremos as primeiras turmas”, explicou Accioly Cardoso.  

Localizada no bairro São José, a escola de tempo integral de São Raimundo das Mangabeiras terá capacidade para atender até 320 alunos matriculados do 1º ao 5º ano. De acordo com o projeto, a nova escola contará com oito salas de aula, quadra poliesportiva, refeitório, laboratório e sala de estudo. O deputado César Pires conheceu o local da obra, em sua visita ao município no início deste mês.

“Com menos de cinco meses do seu primeiro mandato, o prefeito Accioly já conquistou importantes avanços em setores essenciais, como Educação e Saúde. Tenho orgulho de ter apoiado a sua eleição e reafirmo o compromisso de ser parceiro da sua administração para que São Raimundo das Mangabeiras receba muitos outros benefícios, principalmente na área educacional”, enfatizou César Pires. O deputado ressalta que, com trabalho e responsabilidade com a coisa pública, a população é quem ganha.

Accioly Cardoso adiantou que a escola estará aberta para atender a todos os alunos de São Raimundo das Mangabeiras. O município conta com uma rede formada por 25 escolas, incluindo as da zona rural. O prefeito informa que em janeiro, quando assumiu o cargo, encontrou as escolas em estado físico lastimável. Ele garantiu que abrirá licitação ainda este mês para reformar todas as escolas, melhorando as condições sanitárias para receber os alunos que optarem pelo ensino presencial.  O município retoma atividades de maneira híbrida em agosto.

Arraiá do Povo em Casa

TV Assembleia abre segunda edição a partir desta quinta com apresentações inéditas

O Boi de Itapera está na programação do “Arraiá do Povo em Casa”, que será transmitido pela TV Assembleia a partir desta quinta (Elias Auê \ Agência Assembleia)

Chegou a hora de guarnicê. Vai começar a festança do “Arraiá do Povo em Casa”. A segunda edição do evento realizado pela TV Assembleia acontece nesta quinta-feira (24), Dia de São João; na sexta (25) e sábado (26), com apresentações inéditas transmitidas ao vivo pela TV Assembleia (canal aberto 9.2), Youtube da emissora (tvassembleiama), Insta e Face, a partir das 19h. 

Os amantes das brincadeiras vão poder matar a saudade acompanhando de casa as apresentações dos tradicionais grupos folclóricos do São João maranhense.

Por conta da pandemia, que exige o distanciamento social, a intenção da Assembleia Legislativa, que já realiza um dos mais consagrados arraiais do Maranhão, é manter acesa a chama da tradição de uma das festas mais populares do Brasil.

A Dança Portuguesa Arte e Beleza de Portugal vai encantar os telespectadores com a beleza de sua coreografia e indumentária (Elias Auê / Agência Assembleia)

O diretor de Comunicação da Assembleia, jornalista Edwin Jinkings, afirmou que as expectativas para a segunda edição do “Arraiá do Povo em Casa” são as melhores possíveis e que tudo está sendo preparado com muito carinho para os três dias de transmissão.

“É a nossa forma de manter acesa a chama junina que existe em cada maranhense apaixonado pelo São João. Mesmo com a vacinação em andamento, continuam as medidas restritivas, o que nos leva a buscar soluções criativas. Por isso, diante do sucesso que foi o “Arraiá do Povo em Casa”, no ano passado, decidimos realizar essa nova edição já que ainda não é possível guarnicermos novamente ao vivo na grande festa junina que a Casa do Povo sempre faz”, disse Jinkings.

As matracas do Boi da Pindoba vão ecoar na festança junina do “Arraiá do Povo em Casa” (Elias Auê / Agência Assembleia)

Alegria

Em casa, as pessoas vão poder arrastar o sofá e dançar com as mais de 20 atrações. O propósito é levar toda a alegria das matracas, os sotaques marcantes e cadenciados dos nossos bois, o ritmo contagiante das danças tradicionais e todo o brilho que faz do São João do Maranhão o melhor e mais diversificado do Brasil.

Para conferir um brilho todo especial à segunda edição do “Arraial do Povo em Casa”, foi montado um cenário junino no prédio do Complexo de Comunicação, de onde serão transmitidas as brincadeiras. Durante a exibição, os apresentadores farão, ao vivo, a interação com os internautas nas redes sociais, usando a hashtag #ArraiáDoPovoEmCasa. Também será disponibilizado um contato via whatsApp (98 9972-6181) para o envio de vídeos e mensagens de texto. 

Veja a programação completa

QUINTA

Boi de Morros
Cacuriá de Dona Teté
Boi de Nina Rodrigues
Boi de Santa Fé
Boi da Maioba
Tambor de Crioula de Leonardo


SEXTA 

Boi Pirilampo
Dança Portuguesa Arte e Beleza de Portugal
Boi Novilho Branco
Boi Unidão da Baixada
Boi de Ribamar
Boi de Itapera

SÁBADO

Boi de Sonhos
Boi da Pindoba
Boi da Lua
Quadrilha Mocinha do Sertão
Boi de Maracanã
Boi Brilho da Ilha
Boi Bairro de Fátima

Tratamento Precoce

Estudo de Oxford testa ivermectina contra o novo coronavírus

Estudo elaborado na Universidade de Oxford mostrou que o uso antecipado do medicamento antiparasitário pode reduzir a carga viral da Covid-19

A Universidade de Oxford informou nesta segunda-feira (21) que está estudando o uso do medicamento ivermectina como tratamento possível para o novo coronavírus.

Apoiado pelo governo de Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, o estudo visa ajudar na recuperação de pacientes con covid-19 não hospitalizados, cujo remédio provocou redução de replicação do patógeno em estudos laboratoriais. O levantamento mostrou que administrar o medicamento de forma antecipada pode diminuir a carga viral do microorganismo, além da duração dos sintomas em alguns pacientes da doença com quadros leves.

Em alguns países, a ivermectina está sendo utilizada como atendimento imediato nos dias atuais.

CPI da Pandemia

PGR recebe ação de 120 advogados contra CPI da Covid-19

Senadores Omar Aziz, Otto Alencar e Renan Calheiros teriam cometido crimes de ameaça, perseguição, tortura psicológica e moral contra Nise Yamaguchi

A Procuradoria-Geral da República (PGR) recebeu um pedido de abertura de investigação criminal contra os senadores Omar Aziz (PSD-AM), Otto Alencar (PSD-BA) e Renan Calheiros (MDB-AL) por crimes contra a médica oncologista Nise Yamaguchi.

A ação encaminhada à PGR, cujo documento assinado por 120 advogados foi protocolado na terça-feira (22), sustenta que a médica oncologista foi humilhada durante sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia.

“Estamos falando, além dos crimes contra a honra, que demandam representação pessoal da vítima, em tese, do crime de tortura praticado pelas autoridades com foro de prerrogativa de função, funcionários públicos, que despejam todo o seu ódio e rancor político a uma pessoa desprotegida de tantos ataques, vilipendiada em seus direitos mais comezinos e previstos na Constituição Federal”, diz um trecho da representação.

A representação reforça o pedido já feito por Nise Yamaguchi, defensora do tratamento precoce, que pediu indenização de R$ 160 mil dos parlamentares Omar Aziz e Otto Alencar. O documento com a ação dos advogados reforça que a representação apure os supostos delitos envolvendo crimes de ameaça, perseguição, tortura psicológica e moral contra a médica oncologista.

“As irregularidades ocorrem em face de uma pessoa idosa, mulher e cientista, que fora absurdamente desrespeitada por três senadores durante sua participação na CPI da Covid, com ampla divulgação pela mídia e grande repercussão negativa na sociedade. Solicitam-se providências”

Medidas Restritivas

Dr. Gutemberg alerta para cuidados contra o novo coronavírus

Parlamentar alerta a população sobre a necessidade de manter a utilização de máscaras, distanciamento social, e constante higienização das mãos

O vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís, Dr. Gutemberg Araújo (PSC), alerta a população para a necessidade de manter cuidados contra o novo coronavírus como o uso de máscaras, distanciamento social, e constante higienização das mãos.

“Gostaria de parabenizar o prefeito Eduardo Braide e o secretário Joel Nunes pelo excelente trabalho que vêm desempenhando à frente da vacinação, transformando nossa cidade na Capital Brasileira da Vacina. Vale ressaltar que é importante que as pessoas continuem fazendo sua parte com o uso correto da máscara, distanciamento e higienização das mãos”, informou o vereador.

Embora São Luís seja uma das capitais do país que mais tenha avançado na imunização contra o novo coronavírus em termos de idade, para o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom, o Brasil não vai conseguir controlar a pandemia apenas priorizando a vacinação.

"Poliamor"

Padre considera poliamor como pior que ideologia de gênero

Sacerdote Chrystian Shankar, de Divinópolis, esmiuçou cartilha sobre poliamor e fez vídeos com declarações que repercutiram na internet

Nesta terça-feira (22), o padre Chrystian Shankar, da Região Centro-Oeste de Minas Gerais, exibiu um vídeo que viralizou na internet ao acusar as escolas de peverterem crianças e adolescentes.

“Eles pegam as crianças que não têm valor ainda. Ensinado os pequenininhos que as coisas são assim, eles vão viver assim. As crianças são tábuas rasas. O plano deles é esse. Escolas de ensino fundamental e médio […] Outra coisa é você pegar crianças, pré-adolescentes, formar a mente deles como se isso fosse o ideal, a normalidade, que tanto faz ele namorar um, como dois, como três, como seis […] Uma criança de 12, 13 anos não tem capacidade emocional para definir o que ele será a vida toda”, disse o padre.

Afirmando que foi procurado por um casal que alegou que o filho adolescente havia sido convidado pela melhor amiga para uma relação a três, visto que, a pessoa que fez a proposta teria assistido a uma palestra na escola sobre novas modalidaades de amor e família, Chrystian Shankar fez duras declarações ao esmiuçar um material que teria sido compartilhado em uma escola particular.

“Quando eu acho que o negócio tá ruim, porque eu pensei que o ruim é o ideologia de gênero, tem coisa pior […] Os valores familiares somos nós, vocês educam cultura livresca. Não, eles entram neste meandros […] Tem um tanto de nome, agora é o poliamor […] Casal vinha de casamento, casal era um homem e uma mulher. Agora já não é mais, tem outros casais. Agora, casal não é mais dois, pode pôr mais nisso aí”, afirmou o sacerdote.

O vídeo intitulado “Mudam o nome, continua a safadeza” repercutiu ao ponto do padre ter sido criticado por não mencionar nomes. Durante a pregação, Chrystian Shankar disse que não citaria para evitar processos judiciais.

Manutenção de cargos

SSP mantém PMs envolvidos em morte de jovem com distúrbios

Agentes da Polícia Civil participaram de morte de Hamilton César, este que sofria de problemas mentais e fez vídeo desejando boa sorte a Lázaro Barbosa

O secretário estadual de Segurança Pública, Jefferson Portela, afirmou que a pasta decidiu não afastar os agentes da Polícia Civil envolvidos em morte do jovem Hamilton Cesar Lima Bandeira de 23 anos.

Os agentes da Polícia Civil vão continuar exercendo suas funções até o desfecho do inquérito policial, pois, de acordo com o titular da SSP-MA, não há elementos que comprovem que o jovem foi morto pelos policiais. De acordo com familiares, após fazer publicação nas redes sociais desejando sorte a Lázaro Barbosa – assassino procurado há duas semanas em Goiás -, cuja postagem foi fruto dos problemas mentais, Hamilton Cesar foi morto pelos policiais civis.

“Não há elemento para dizer isso, o que foi dito anteriormente em matéria veiculada pela manhã, o assassinato. Tecnicamente isso não está demonstrado. Isso será demonstrado dentro do inquérito policial se houve assassinato ou não. Se houve, eles responderão dentro das normas legais, se não houve terão os permissíveis de lei para o ato que praticaram. Isto é definido dentro do inquérito policial, não há um juízo que mostre antecipadamente que eles cometeram crimes e que sejam afastados das suas atividades. E isso será demonstrado no relatório de conclusão do inquérito policial que apura exatamente este fato em relação a esse rapaz que foi morto”, afirmou Portela.

Conforme Jefferson Portela, os agentes foram ao local apenas entregar uma intimação ao jovem, mudando versão apresentada anteriormente pela Polícia Civil que, em nota, afirmou que o caso precisava de uma prisão em flagrante devido ao delito de apologia ao crime. A família do jovem nega a versão, afirma que ao avistarem Hamilton Cesar efetuaram três disparos e que, apenas dos transtornos mentais, o jovem não era um perigo à sociedade.

“Eles se deslocaram para levar uma intimação e o policial que chegou e pediu para entrar com a intimação na mão, estava ali para deixar a intimação. Quando segundo as informações iniciais, que deverão ser formalizadas dentro do inquérito mas foram perguntadas sobre isto, é que após a tentativa de entrega da intimação, o cidadão teria saído correndo de dentro do quarto com uma faca. E os policiais que estavam de fora, efetuaram os disparos na perna e outro no estômago”, disse o titular da SSP.

“Eles foram entrando aqui e eu vim de lá para cá e quando cheguei… [perguntou] ‘O que é?’ Ai eles disseram: tem alguém aqui? E eu disse ‘tem, eu e meu filho’. E quando eu disse assim, o menino [Hamilton] pulou da cama e puxou essa cortina aqui. Apontou só o peito dele com a cabeça. Ai ele [policial civil] foi dizendo assim: ‘é esse aqui mesmo’ e atirou nele. E ele caiu bem aqui nos meus pés. Ele só fez dizer ‘Oh, papai'”, afirmou o avô de Hamilton Cesar.

O Ministério Público vai solicitar a exumação do corpo do jovem. O corpo de Hamilton foi enterrado sem passar por necropsia e, por isso não há laudos sobre os tiros que o atingiram. O caso segue em acompanhamento da Comissão de Diretos Humanos e da Pessoa com Deficiência da OAB-MA.

Covidão

Operação da PF no Maranhão contra desvio de verbas federais

Objetivo é desarticular grupo criminoso estruturado para promover fraudes em licitação e irregularidades contratuais com recursos federais contra a Covid-19

Polícia Federal deflagra Operação Inter Pares nos municípios de Bacurituba, Bom Jesus das Selvas e São Luís, nesta terça-feira (22), contra desvio de recursos federais que seriam usados no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

A ação investiga tanto a falta de capacidade econômica da empresa investigada quanto a utilização de “laranjas” para atuarem como proprietários da instituição que, além do custo dos produtos serem incompatíveis com a receita, assinavam propostas em nome de outra empresa.

Por conta disso, a Polícia Federal cumpriu seis mandados de busca e apreensão e cinco mandados de constrição patrimonial. Com representação elaborada pela PF, cuja determinação judicial foi expedida pela 1º Vara Federal de São Luís, ao todo 30 policiais federais cumpriram a operação.

O nome da operação, que significa “Entre Iguais”, faz referência ao modus operandi adotado pelo grupo criminoso averiguado que fazia propostas com maior preço através de empresa oficial, com o fim de que uma outra, controlada pelo principal investigado, se consagrasse vencedora do processo licitatório.

Os investigados devem responder por associação criminosa, fraude à licitação, lavagem de capitais e simulação de compra e venda, podendo chegar a 23 anos de prisão.

Simplício Araújo confronta marasmo do discurso político maranhense

Pré-candidato ao governo, Simplício falou por quase duas horas sobre política no estado sem atacar adversários, prometer o impossível ou oferecer assistência social barata como saída para tudo.

Nas últimas décadas o discurso político maranhense se resumiu a situações: o apoio e a crítica ao atual governo, promessas de um governo melhor e assistência social na veia travestida de qualidade no serviço público e “desenvolvimento econômico fajuto”. Independente da orientação política, todo postulante a cargo ou grupo tem sempre esses fundamentos como paradigmas. A mesmice política, que não é uma exclusividade do Maranhão, por aqui inunda a classe política, abunda nas eleições e afoga qualquer chance de mudança ou avanço.

Na última sexta-feira (18) o secretário maranhense de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, aparentemente parece ter rompido com esse círculo vicioso. Em entrevista concedida no Brisamar, Simplício conseguiu o feito de falar de política estadual por quase duas horas sem atacar adversários, sem falar em inchaço da máquina, sem prometer obras mirabolantes e, inacreditavelmente, enaltecendo a independência da sociedade enquanto única saída para o desenvolvimento do estado.

O secretário de Indústria e Comércio demonstrou conhecimento diferenciado do ambiente econômico do estado e apontou soluções que dificilmente são colocadas por seus iguais.
Falou de corredores de produção, fugiu da nacionalização vazia da política local, prometeu rever a questão tributária no estado, deu ênfase no desenvolvimento de cadeias produtivas, elencou a avicultura como a nova fronteira do agronegócio no estado, falou em regularização fundiária e da modernização da burocracia ambiental e outras situações incomuns na política local.

Pode ser apenas faz de conta? Claro que pode. O caso é que nem mesmo esse faz de conta o Maranhão tinha no que diz respeito à economia antes da chegada de Simplício Araújo no debate local.

Para quem está cansado da mesmice, o pré-candidato aponta para um horizonte em que o debate não seja resumido a propostas vazias, assistência social calhorda e acusar adversários do que sempre fez.

É esperar e torcer para que o debate, finalmente, amadureça no estado…

Covid-19

Doses de São Luís retidas pelo Governo terá debate na ALEMA

No quadro Bastidores da TV Mirante, hoje (22), Carlos Lula disse que não há razão para fazer retenção de vacina, cuja distribuição oferece razão técnica

Os secretários municipal e estadual de Saúde foram convidados a participar de audiência na Assembleia Legislativa do Maranhão sobre a distribuição de vacinas contra o novo coronavírus.

A informação foi confirmada pelo deputado estadual Neto Evangelista (DEM) nesta segunda-feira (21). A audiência deve acontecer na próxima quarta-feira (23) pela Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional da Assembleia Legislativa, às 15h, de forma virtual, mas pode ser adiada para a próxima semana a pedido de Carlos Lula.

“É um cenário de incertezas, onde a ocupação de leitos de UTI se mantém alta e a única forma de nos livrarmos desse vírus é com a vacinação em massa”, informou o deputado Neto Evangelista, presidente da comissão que vai realizar a audiência na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão.

Ao que tudo indica, as doses foram aplicadas diretamente pelo Governo do Maranhão, além daquelas guardadas como “reserva técnica”, termo inicialmente usado Flávio Dino em coletiva de imprensa na sexta-feira (18).

Inquérito Criminal

Prefeitura de Mata Roma se torna alvo do Ministério Público

Titular da 1ª Promotoria de Justiça de Chapadinha, Ilma de Paiva Pereira, está responsável pelo Procedimento Investigatório Criminal (PIC)

A gestão municipal de Mata Roma é alvo de investigação criminal instaurada pelo Ministério Público.

O inquérito criminal é motivado por indícios de improbidade administrativa e violação aos princípios administrativos, de acordo com informações, catalogadas no Sistema Integrado do Ministério Público.

O responsável pelo Procedimento Investigatório Criminal (PIC) trata-se de Ilma de Paiva Pereira, Titular da 1ª Promotoria de Justiça de Chapadinha. Não há mais informações sobre o caso.

Convenção Partidária

MDB marca data de evento que deve eleger Roseana presidente

Ex-governadora Roseana Sarney deverá ser confirmada nova presidente da legenda por unanimidade, de acordo com entendimento entre as lideranças

O diretório estadual do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), por meio do ex-senador João Alberto, marcou para sexta feira da próxima semana, isto é, 02 de julho, a data de convenção do partido.

Devendo ser eleita por unanimidade como próxima presidente da legenda, visto que nenhum outro filiado apresentou para concorrer ao cargo, o projeto da ex-governadora Roseana Sarney à frente do MDB é viabilizar sua candidatura a deputada federal em 2022.

Inclusive, João Alberto, atual presidente da sigla, não manifestou interesse em continuar comandando o MDB.

Infraestrutura

Pedreiras ganha caminhão-caçamba de Juscelino Filho

Novo veículo é fruto de emenda do deputado federal junto à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf)

eputado federal Juscelino Filho (DEM-MA) entregou, nesta sexta-feira (18), um caminhão-caçamba para a cidade de Pedreiras. O veículo vai ajudar na melhoria de infraestrutura do município.

“Entregamos hoje, por meio de emenda parlamentar nossa junto à Codevasf, mais um benefício para contribuir com a excelente gestão da prefeita Vanessa Maia em Pedreiras. A nova caçamba chega para ajudar a melhorar a infraestrutura na cidade. Seguimos trabalhando pelo bem-estar das pessoas”, disse o parlamentar Juscelino Filho.

“Só temos a agradecer ao deputado Juscelino Filho por estar entregando para Pedreiras esse carro que, com certeza, vai nos ajudar, tanto na rural como na cidade. Estamos trabalhando muito na nossa infraestrutura e esse equipamento vai fazer a diferença na nossa Pedreiras. Pedreiras agradece muito ao deputado”, afirmou a prefeita de Pedreiras, Vanessa Maia.

É preciso agradecer ao deputado Juscelino Filho. Assim como ele ajudou Trizidela do Vale ao entregar uma ambulância UTI para o município, agora está doando, através de uma emenda parlamentar sua, esse equipamento de trabalho onde a prefeita Vanessa Maia vai estar podendo agilizar a infraestrutura do município levando melhorias a todos os cidadãos pedreirenses”, agradeceu o ex-prefeito de Trizidela do Vale, Fred Maia.

A entrega do veículo ocorreu em solenidade que contou com a presença do assessor da Superintendência da Codevasf, Tiago Melo. O benefício é resultado de emenda de Juscelino Filho junto à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba.

Deputados Maranhenses

Veja como cada deputado votou sobre privatização da Eletrobras

Dos 18 deputados federais pelo Maranhão, onze votaram a favor, dois se ausentaram, um se absteve, dois obstruíram e dois votaram contra

Dos principais partidos da Câmara dos Deputados, quem deu mais votos a favor da privatização da Eletrobras com as mudanças feitas no Senado Federal foi o Republicanos com 93,75%.

Dos deputados maranhenses, apenas Bira do Pindaré (PSB) e Josivaldo JP (Republicanos) votaram contra as mudanças feitas pelo Senado. Parlamentares como André Fufuca (PP) e Josimar de Maranhãozinho (PR) estiveram ausentes na sessão. Confira:

  • Aluisio Mendes (PSC) – sim
  • Bira do Pindaré (PSB) – não 
  • Dr. Gonçalo (Republicanos) – sim
  • Edilazio Júnior (PSD – sim
  • Gastão Vieira, (Pros) – sim
  • Gil Cutrim (Republicanos) – sim
  • Hildo Rocha (MD ) – obstrução 
  • Josivaldo JP (Republicanos) – não 
  • João Marcelo (MDB) – obstrução 
  • Juscelino Filho (DEM) – sim
  • Marreca Filho (Patriota) – sim
  • Pastor Gil (PL) – sim
  • Pedro Lucas Fernandes (PTB) – sim
  • Zé Carlos (PT) – abstenção