EMENDAS DE RELATOR

Rodrigo Pacheco esclarece polêmica sobre “orçamento secreto”

O senador explicou que as emendas de relator foram uma forma de descentralizar o encaminhamento de recursos do Executivo.

Durante entrevista ao programa Roda Viva da TV Cultura, nesta segunda (17/05), o presidente do Senado Rodrigo Pacheco (PSD-MG) esclareceu a polêmica envolvendo o “orçamento secreto”.

Ele explicou que as emendas de relator foram uma forma de descentralizar o encaminhamento de recursos do Executivo, pois, segundo Pacheco, deputados e senadores têm melhores condições de “aferir as necessidades da população brasileira”.

“Estamos inteiramente à disposição para identificar e rastrear uma a uma dessas emendas parlamentares para identificar a finalidade social e a aplicação delas”, afirmou o senador, e negou que o Congresso tenha descumprido a determinação do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre dar transparência às emendas.

Na oportunidade, Rodrigo Pacheco ressaltou que há uma “demonização” do uso destas emendas.

“O que estou vendo é uma demonização da atividade político-parlamentar em prestígio de algo que seja secreto dentro do Poder Executivo”, disse.

MA-006

Bolsonaro vai federalizar rodovia estadual do MA nesta quarta

A autorização de transferência para a União foi dada pela Assembleia Legislativa do Maranhão ainda no ano passado por meio do Projeto de Lei 385/2021.

O governo federal, por meio do o Ministério da Infraestrutura, vai assinar a portaria do processo de federalização de um trecho da MA-006, entre Balsas e Alto Parnaíba, nesta quarta (18/05)

O anúncio foi feito através das redes sociais do senador Roberto Rocha (PTB). A autorização para a federalização foi dada pela Assembleia Legislativa do Maranhão ainda em 2021, e sancionada pelo ex-governador Flávio Dino (PSB).

“Ao se transformar em rodovia federal, teremos condições de aplicar recursos do Governo Federal para recuperação de todo esse trecho, que é corredor importante para o escoamento da produção de grãos do MATOPIBA para o Porto do Itaqui em São Luís”, publicou o parlamentar maranhense.

A rodovia, também chamada de TransMaranhão – por sua extensão e por cortar o estado de norte a sul -, tem importância vital para o escoamento da produção do Sul do Maranhão e, com a transferência para o controle do Ministério dos Transportes, deverá receber maiores aportes de recursos para manutenção e recuperação.

“Finalmente terminará a buraqueira e quebra-quebra de carros e caminhões”, postou o senador Roberto Rocha.

ACUSAÇÃO

‘Lula deveria estar na cadeia’, afirma ex-ministro Pedro Simon

Revolta do ex-senador dirigida ao petista acusado de chefiar a quadrilha do Petrolão foi direcionada também a lulistas do MDB como o senador Renan Calheiros.

O fundador do MDB e ex-senador Pedro Simon declarou no último fim de semana que “Lula deveria estar na cadeia”. O ex-parlamentar afirmou sobre o líder do PT acusado de chefiar a quadrilha que realizou roubo bilionário nos cofres públicos.

Além disso, Pedro Simon também se dirigiu a lulistas do seu partido como o senador Renan Calheiros (AL) e Eunício Oliveira (CE) de integrarem o grupo “identificado com a Operação Lava Jato”.

“Está provado e reconhecido […] embora os processos não andem porque o Supremo Tribunal Federal deixou na gaveta”, afirmou. “A marca que eles deixaram é triste e dolorosa”, disse o veterano político ao se referir aos dois ex-presidentes do Senado.

“Esses nomes têm condenações graves e sérias, mas o Supremo fez uma espécie de troca-troca: um não mexe com o outro”, finalizou.

LIGA DE CLUBES

Sampaio e times da A e B avançam em discussão sobre criação da Libra

Reunião com a presença de 25 clubes mudou as divisões de receitas. Conversas seguem nos próximos dias com criação de comissão para negociar a Liga.

A criação da Libra (Liga Brasileira de Clubes), que na semana passada acabou sofrendo um revés, hoje parece cada vez mais perto de acontecer. Em reunião nesta segunda com 25 clubes das Séries A e B, dentre eles o Sampaio Corrêa, os times chegaram a um consenso sobre a divisão de receitas e como será feita a negociação para a adesão de uma Liga.

Leia mais em: Sampaio e mais 22 times cobram mudança no estatuto da Libra

No encontro de cerca de três horas realizado em um hotel na Zona Sul do Rio de Janeiro, ficou estabelecido que o próximo passo será conversar com os 10 que já integram a Libra (Liga do Futebol Brasileiro) e buscar um acordo.

Em contato com o blog, o diretor Jurídico do Sampaio Corrêa, Perez Paz, anunciou que foi criada uma comissão composta por cinco clubes das Séries A (América-MG, Atlético-MG, Fortaleza, Fluminense e Inter), além de um representante da Associação Nacional de Clubes de Futebol (que representa um bloco de equipes da Série B).

“Vamos fazer reunião dessa comissão com o bloco deles para tentar chegar nesse consenso que é necessário e importante pra todos. Eu acredito que, cada parte, abrindo mão de algumas coisas e, claro, pensando no bem do futebol nacional, a gente vai conseguir concluir essa Liga”, afirmou Perez.

Os dirigentes presentes preferiram não entrar em detalhes, mas informações dão conta de que a divisão acordada foi de 45% igualitários, 30% de performance e outros 25% por engajamento (média de público no estádio, base de assinantes de pay-per-view, número de seguidores e engajamento em redes sociais, audiência na televisão aberta e tamanho da torcida). Ainda não há uma data para nova reunião, mas a expectativa é que aconteça ainda nesta semana ou na outra.

Em relação as reinvidincações da Série B, para Perez Paz, o mais importante é que os clubes da segunda divisão fiquem com pelo menos 20% dos direitos de transmissão totais negociados em conjunto das Séries A e B.

“Hoje, a proporção é cerca de 90-10. Então, se a gente conseguir chegar nesse número (80-20) vai ser muito importante pro fortalecimento da Série B, além de alguns outros pontos do estatuto que também são muito importantes para fins de particição mais igualitária, peso de votos da Série B em questões que importam especificamente pra ela… Enfim, são vários pontos que pretendem tornar o nosso futebol um pouco mais igualitário e melhorar um produto como um todo, fortalecendo os clubes e melhorando o espetáculo para torcedores”, declarou.

Veja também: Sampaio Corrêa deve virar clube-empresa

Estiveram nesta reunião os seguintes clubes: América-MG, Atlético-GO, Avaí, Ceará, Athletico-PR, Atlético-MG, Coritiba, Cuiabá, Juventude, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Internacional, Chapecoense, Brusque, CSA, CRB, Náutico, Criciúma, Guarani, Londrina, Operário, Sport, Vila Nova e Sampaio Corrêa.

CASO DAS RACHADINHAS

Justiça rejeita denúncia contra o senador Flávio Bolsonaro

O procurador-geral disse que a investigação deve ser reiniciada a partir do primeiro relatório financeiro do Conselho de Controle de Atividades Financeiras.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro rejeitou nesta segunda (16/05) a denúncia contra o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) no caso das “rachadinhas”. A decisão ocorreu após parte das acusações terem sido anuladas pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Na semana passada, o procurador-geral de Justiça, Luciano Mattos, encaminhou ao Órgão Especial do TJ-RJ o pedido de anulação da denúncia.

Mattos afirmou no parecer que a anulação de quase todas as provas obtidas na investigação pelas Cortes superiores esvaziou a denúncia. Segundo o procurador-geral, a investigação deve ser reiniciada a partir do primeiro relatório financeiro do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que apontou movimentações atípicas na conta de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio.

“Não há óbice legal à renovação das investigações, inclusive no que diz respeito à geração de novos RIFs, de novo requerimento de afastamento do sigilo fiscal e bancário dos alvos”, disse o procurador-geral ao TJ-RJ na petição. Na sessão desta segunda, os magistrados citaram a possibilidade de a investigação ser refeita.

Em 2020, o MP acusou o filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro (PL) de liderar uma organização criminosa para se apropriar da maior parte do salário de seus ex-funcionários em benefício próprio, prática conhecida como “rachadinha”. Com isso, Flávio responderia pelos crimes de peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Projeto de Lei

PL que acaba com saída temporária de presos é pautado com urgência

Projeto que tramita na Câmara prevê que presos não tenham, em nenhuma hipótese, direito as “saidinhas”, como as que ocorrem no Natal e Dia das Mães.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), pautou para esta terça-feira (17/05) a votação do regime de urgência de um projeto que acaba com a chamada “saidinha” de detentos.

De autoria do deputado Neucimar Fraca (PL-ES), a proposta exclui do Código de Execução Penal todas as possibilidades de concessão de saída temporária do sistema carcerário brasileiro.

Na prática, caso o projeto seja aprovado e sancionado, os presos não terão mais direito a nenhum tipo de saída temporária dos presídios, como as tradicionais saídas de Natal, Dia das Mães e Dias dos Pais.

“Para conter o aumento da criminalidade e garantir um Brasil mais seguro para os homens e mulheres de bem do país é que apresentamos a proposta de eliminar para sempre do ordenamento jurídico brasileiro esse benefício que tanto mal impõe ao povo brasileiro”, diz o autor do PL.

O projeto de Neucimar está apensado a um outro projeto, menos rigoroso, de autoria da ex-senadora gaúcha Ana Amélia, atualmente filiada ao PSD.

Nessa versão, apenas réus primários teriam direito a saída. Ela ocorreria apenas uma vez ao ano e após o cumprimento de um sexto da pena.

HOMICÍDIOS

Insegurança no Maranhão retrata alta de mortes na Grande Ilha

Número de homicídios em 2022 na Região Metropolitana é maior do que o registrado no mesmo período de 2021. Cenário pode ser reflexo do déficit no quadro da PM.

As cidades de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa registraram alta no número de homicídios em 2022. De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, somente nos quatro primeiros meses do ano já ocorreram 100 mortes violentas na região metropolitana. Confira abaixo a divisão por mês.

Homicídios na Grande São Luís

MesesMortes em 2021Mortes em 2022
Janeiro3426
Fevereiro2325
Março1823
Abril1826
Fonte: Secretaria de Segurança Pública

Na última semana, a Câmara dos Vereadores da capital aprovou a proposta da Prefeitura de São Luís para relização de concurso para a Guarda Municipal com previsão de 100 vagas e certame que deve ocorrer ainda neste ano.

Enquanto isso, na Assembleia Legislativa, foi encaminhada no início do ano a indicação nº 2257/2022 do deputado Wellington do Curso em que pedia ao Governo do Maranhão a nomeação dos 1.400 aprovados no último concurso da PMMA, além dos subjudices e remanescentes. Após a solicitação, o Governo anunciou a nomeação de 300 novos policiais.

De acordo com o parlamentar, o Maranhão tem um déficit de 4.216 no quadro da Polícia Militar e mais 2 mil vão se aposentar, ressaltando que foram nomeados apenas 274 novos policias que já estavam em formação.

O número de homicídios na Grande São Luís deste ano é maior do que o registrado no mesmo período de 2021, quando ocorreram 93 homicídios.

Eleições 2022

Ciclopasseata pró-Lula na Paulista vira piada por baixa adesão

O ato realizado pelo Ciclo Comitê PedaLula contou com poucas dezenas de militantes. Logo, a manifestação foi motivo de piadas e memes na internet.

Uma ciclopasseata em apoio à pré-candidatura de Lula (PT) rumo à presidencia da República foi realizada na Avenida Paulista na manhã deste domingo (15/05).

No entanto, o ato contou com poucas dezenas de militantes ciclistas. Por conta disso, a manifestação foi motivo de piadas e memes na internet após repercutir a baixa adesão de petistas e simpatizantes do ex-presidente e líder do Partido dos Trabalhadores. Confira:

A “ciclopasseata” faz parte do “Ciclo Comitê PedaLula” e foi divulgada pelo diretório municipal do partido na capital paulista.

O ex-presidente Lula não esteve presente no local.

POUPANÇA COMPULSÓRIA

Entenda o que é o FGTS extraordinário e como fazer o saque de R$ 1 mil

Desde o governo de Michel Temer, saques extraordinários do FGTS fora das condições originais do Fundo têm sido autorizados como forma de ajudar na recuperação da economia.

Criado em 1966 como uma rede de proteção financeira dos trabalhadores, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) historicamente só dava acesso aos recursos principalmente em caso de aposentadoria, compra de imóvel e morte, beneficiando os herdeiros.

Desde o governo de Michel Temer, saques extraordinários do FGTS fora das condições originais do Fundo têm sido autorizados como forma de ajudar na recuperação da economia. Esse expediente, no entanto, foi turbinado na gestão de Jair Bolsonaro.

Entre 2019 e 2022, o governo já autorizou saques extraordinários do FGTS que somam ao menos R$ 123,7 bilhões em valores corrigidos, segundo levantamento feito pelo GLOBO.

O montante equivale a 20% do saldo total do Fundo no fim de novembro, último dado disponível, e já é mais que o dobro do autorizado por Temer.

Entenda a seguir as principais características do FGTS e como trabalhadores formais podem sacar recursos das contas.

Entenda o que é FGTS e como você pode fazer o saque extraordinário de R$ 1 milO que é o FGTS?

Criado em 1966, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é formado por contas vinculadas que constituem uma poupança compulsória para cada trabalhador com carteira assinada.


Até o dia 7 de cada mês, empregadores depositam um valor equivalente a 8% do salário de seus empregados numa conta em nome deles, mas que não é descontado do trabalhador. O percentual é aplicado sobre salários, abonos, adicionais, gorjetas, aviso prévio, comissões e 13º salário.


Para os contratos de trabalho de aprendizagem, o percentual é reduzido para 2%. No caso de trabalhador doméstico, o recolhimento é correspondente a 11,2%, sendo 8% a título de depósito mensal e 3,2% a título de antecipação do recolhimento rescisório.


O trabalhador só pode sacar os recursos em situações específicas (veja abaixo). 

Em que situações o trabalhador pode sacar recursos de sua conta?

Quando o trabalhador fica por três anos ininterruptos fora do regime do FGTS (sem fazer recolhimento);

Demissão sem justa causaAposentadoria (INSS)Falecimento (saldo é pago aos dependentes);

Compra da casa própria  Doenças gravesSaque-aniversário ou saque extraordinário autorizado pelo governo;

Abatimento do valor da prestação do financiamento habitaçãoPagamento de até 12 prestações atrasadas;

Em casos de calamidade pública (enchentes e alagamentos);

ECONOMIA

Bolsonaro usa R$ 123,7 bilhões do FGTS para turbinar economia

O montante equivale a 20% do saldo total do Fundo no fim de novembro do ano passado.

Para tentar estimular a economia e dentro de uma visão de que o FGTS não deveria ser uma poupança compulsória, e sim estar à disposição do trabalhador, o governo Bolsonaro já autorizou saques extraordinários do Fundo de Garantia num montante de pelo menos R$ 123,7 bilhões, em valores corrigidos, segundo levantamento feito pelo GLOBO.

O montante equivale a 20% do saldo total do Fundo no fim de novembro, último dado disponível.

A liberação de recursos fora das condições originalmente previstas no FGTS – como para financiar a casa própria, em caso de demissão sem justa causa ou doença grave – foi um expediente usado pela primeira vez no governo do ex-presidente Michel Temer, em 2017, como uma tentativa de estimular a economia após o impeachment de Dilma Rousseff

NEPOTISMO

Candidato de Flávio Dino nomeia sobrinho em empresa do estado

Daniel Brandão é filho primogênito do ex-prefeito de Colinas José Henrique Barbosa Brandão, irmão do governador Carlos Brandão.

Carlos Brandão, atual governador do Maranhão, colocou Daniel Itapary Brandão como representante do Executivo do Estado no Conselho Consultivo do Complexo Portuário e Industrial do Porto do Itaqui, da Emap (Empresa Maranhense de Administração Portuária).

A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado do dia 22 de abril.

Daniel Brandão é filho primogênito do ex-prefeito de Colinas José Henrique Barbosa Brandão, irmão de Carlos Brandão. Pelo emprego dado pelo tio na gestão estadual, ele recebe como retribuição pecuniária o valor bruto de R$ 9.704,18. Com descontos após deduções, a remuneração fica em R$ 7.304,31.

Criado em 2019 pelo ex-mandatário do Estado, Flávio Dino (PSB), que deixou o cargo no início de abril para disputar o Senado, o Conselho Consultivo do Complexo Portuário e Industrial do Porto do Itaqui é integrado pela primeira vez por um parente do chefe do Executivo.

Presidido pelo próprio Carlos Brandão, o conselho é um órgão consultivo que, conforme estatuto da Emap, tem a responsabilidade de opinar e auxiliar sobre o plano estratégico de desenvolvimento do Porto do Itaqui.

AMEAÇA

Biden planeja remover vários grupos terroristas da lista negra

Retornar ao acordo nuclear do presidente Barack Obama tem sido uma das principais prioridades da política externa do governo Biden.

O governo do presidente Joe Biden deve remover cinco grupos extremistas de sua lista negra de terroristas estrangeiros.

Segundo a Fox News, cada um dos grupos agora é considerado extinto, e o secretário de Estado Tony Blinken notificou o Congresso das remoções na sexta (13/05).

Segundo o veículo, os grupos incluem a Pátria Basca e a Liberdade, também conhecida como ETA; Aum Shinrikyo, um culto japonês apocalíptico; Kahane Kach, um grupo radical judeu ortodoxo, bem como dois grupos islâmicos, o Conselho Mujahideen Shura nos arredores de Jerusalém e Gama’a al-Islamiyya, de acordo com a notificação.

Retornar ao acordo nuclear do presidente Barack Obama tem sido uma das principais prioridades da política externa do governo Biden. Houve pouco progresso na questão, no entanto, e relatórios sugeriram que o governo pode estar considerando remover o IRGC da lista.

O IRGC é diretamente responsável pelos assassinatos de cerca de 600 militares dos EUA e continua sendo um grupo terrorista ativo, de acordo com um grupo de 46 generais aposentados dos EUA que pediu publicamente ao governo Biden que não removesse o grupo da lista negra em abril

FICHA CORRIDA

Lula é condenado em 2ª instância por sonegação de R$ 18 milhões

Justiça Federal confirmou decisão em processo de 1ª instância movido pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional referente a sonegação de impostos envolvendo empresas ligadas ao ex-presidente

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva foi condenado em 2ª instância pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), em São Paulo (SP), nesta semana. Os desembargadores confirmaram sentença em 1ª instância que o condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em processo aberto pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). Lula terá que pagar R$ 829 mil em honorários advocatícios referentes a um processo aberto por uma dívida de R$ 18 milhões do petista, do Instituto Lula e da LILS Palestras. Cabe recurso.

A PGFN alega que, apesar de o Instituto Lula se apresentar como uma associação civil para fins não econômicos, não houve cumprimento dos requisitos para receber os benefícios, conforme legislação, entre os anos de 2011 e 2014, razão da cobrança.

“Entre as irregularidades identificadas, destaca-se o desvio de recursos do Instituto Lula em benefício do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de sua empresa de palestras”, diz a Procuradoria.

Após sair da Presidência da República, Lula iniciou uma série de atividades políticas por meio da LILS Palestras, atividades pela qual teria recebido R$ 27 milhões, dentre 2011 e 2015, para realizar 72 palestras, pagas com recursos de empreiteiras que negociaram contratos com a Petrobras.

“Demonstrou a União que o Instituto Luiz Inácio Lula da Silva arquitetou verdadeiro esquema de corrupção na Petrobras, investigado na operação denominada ‘Lava Jato’, deflagrada pelo Ministério Público Federal, Polícia Federal e Receita Federal, no qual estavam envolvidas as maiores empreiteiras do país, as quais também foram as maiores doadoras do Instituto Luiz Inácio Lula da Silva (Instituto Lula)”, apontou o procurador Leandro Groff em uma das petições.

RECONHECIMENTO

Sarney Filho recebe condecoração no Distrito Federal

A solenidade aconteceu no auditório da Academia do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal e reuniu diversas autoridades /Foto: Gilberto Soares

Nesta quinta (12/05), o secretário do Meio Ambiente do Distrito Federal, José Sarney Filho, foi condecorado com a Medalha Mérito Segurança Pública do DF, promovida pela Secretaria de Estado de Segurança Pública do DF (SSP/DF). A solenidade aconteceu no auditório da Academia do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal e reuniu diversas autoridades.

Na ocasião, foram entregues pela Secretaria de Segurança Pública do DF 281 medalhas Mérito e 126 medalhas Integração. A medalha Mérito é destinada aos profissionais que trabalham com segurança pública, e a medalha Integração é para aqueles que em algum momento contribuíram para a integração das forças de segurança, sendo um profissional da área ou não.

Nas redes sociais Sarney Filho compartilhou o momento da condecoração e ressaltou que a Secretária de Meio Ambiente do DF devolve ações em parceira com a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros que visam preservar áreas florestais.

“A Sema desenvolve um trabalho em parceria com a área de segurança, onde recebemos todo apoio, em especial do Corpo de Bombeiros do DF nas ações de prevenção e combate aos incêndios florestais e também da Polícia Militar no apoio nas unidades de conservação”, explicou.

A Medalha foi criada por meio do decreto nº 24.100, de 25 de setembro de 2003, como reconhecimento pelos serviços prestados por servidores – civis e militares – e por representantes da sociedade em favor da segurança pública local.

INVESTIMENTO

Musk afirma que compra do Twitter está temporariamente suspensa

Bilionário diz esperar confirmação de que contas falsas estão abaixo de 5% do total. Ações da empresa despencam.

O bilionário Elon Musk afirmou nesta sexta (13/05), que o acordo para a compra do Twitter está temporariamente suspenso. Em publicação usando a própria plataforma, o empresário manifestou que detalhes sobre contas falsas ainda estão em discussão.

Musk entende que a aquisição depende da confirmação de que o número de usuários com contas de spam ou falsas na rede está abaixo de 5%. O empresário usou em sua publicação uma reportagem da agência Reuters, publicada em 2 de maio, sobre a quantidade de perfis falsos.

“O acordo do Twitter está temporariamente suspenso por pendências em detalhes que sustentam que contas falsas de fato representam menos de 5% dos usuários”, escreveu Elon Musk.

“Ainda estou comprometido com a aquisição”, complementou o empresário.

Logo depois da mensagem, as ações do Twitter caíram quase 20% na bolsa norte-americana, na abertura do pregão de sexta-feira. Os papéis chegaram a US$ 37,10, menor patamar desde o anúncio da venda da plataforma, em abril.

Considerado a pessoa mais rica do mundo, Elon Musk acertou no final de abril a compra do Twitter por US$ 44 bilhões, cerca de R$ 215 bilhões. A plataforma criada em 2006 tem mais de 200 milhões de usuários atualmente.

Desde o anúncio da compra, o acordo entre Musk e a direção do Twitter tem sido alvo de contestações burocráticas por parte de acionistas minoritários.

Musk pode reduzir oferta

A Hindenburg Research, consultoria norte-americana de investimentos, afirmou que Elon Musk tem a chance de pagar menos pelo Twitter. De acordo com a empresa de análise, o mercado está propício para que o valor de US$ 44 bilhões ser rebaixado, caso o empresário queira.

As ações da companhia estão em queda, e a oferta foi feita com base na cotação da época, que estava em US$ 54,20. Se Musk desistir da compra, esses papéis ainda poderiam cair 50% em relação aos níveis atuais, segundo as projeções da Hindenburg. Com isso, o preço iria para algo em torno de US$ 31, quase 40% abaixo do atual valor.