Linhares Jr.

Mérito

José Gonçalo toma posse como desembargador

Além de José Gonçalo (foto), também ascenderam ao posto os juízes Maria Francisca e José Vieira Filho

O Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão tem três novos desembargadores. Os juízes José Gonçalo de Sousa Filho e Maria Francisca Galiza foram eleitos pelo critério de merecimento, e o juiz José Vieira Filho pelo critério de antiguidade.

José Gonçalo, que é irmão do prefeito de Santa Rita (Hilton Gonçalo), é titular da 3ª Vara Criminal e estava como membro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A juíza Maria Francisca estava como titular da Vara da Família e o juiz Antônio José estava como titular da Vara da Saúde Pública.

Podcast

O lockdown da falta de vergonha na cara

A marcha dos conquistadores?

Foto dos senador Weverton Rocha ao lado do guru político do governador Flávio Dino é registro político mais emblemático da história recente do Maranhão. Aliança Jerry/Weverton torna eleição de Carlos Brandão mais improvável ainda.

A foto do senador Weverton Rocha (PDT) ao lado do deputado Márcio Jerry (PCdoB) é o presságio de um massacre. A pose dos dois, como se marchassem na frente de um exército viking rumo aos muros de uma cidade desprotegida, deve ter causado calafrios no já combalido vice-governador Carlos Brandão.

A aliança entre Weverton e Jerry (maior conselheiro político do governador Flávio Dino) tem significados que vão muito além do que se pode observar. A foto, e isso é minha opinião, é o maior registro político da história recente do estado. Nem mesmo a forçada de barra naquele famigerado encontro amoroso/político no banco da Praça Pedro II em 2020 carregou tanto simbolismo. Vamos deixar os namoricos para lá e voltar a falar de coisa séria.

Essa foto mostra que, muito provavelmente, enquanto Carlos Brandão brincava de acusar os outros de traidores no fim do ano passado, Weverton Rocha já pensava vários lances na frente. E quando Brandão chegava, sempre chegava atrasado para assistir a derrota que já acontecera.

Tudo o que Flávio Dino mais precisa neste momento é de conciliação. Qualquer centímetro de beligerância que desemboque nos acontecimentos que o levaram a ser derrotado nas eleições de 2020 deve ser evitado.

O senador hoje tem o apoio do presidente estadual do PCdoB, presidente da Assembleia, do prefeito de São Luís, da maioria dos prefeitos do interior, da maioria dos deputados federais e estaduais… Brandão tem Duarte Jr e Josimar de Maranhãozinho.  

Weverton aparece marchando ao lado de aliados, Carlos Brandão segurando microfone e tendo surtos de justiçamento político. Precisa de algo mais?

A elegância da brutalidade com que Weverton Rocha trucida o adversário também chama a atenção. Sempre com voz baixa, humilde, mandado indiretas por meios de camisas, pregando união enquanto esquarteja de forma voraz os planos políticos do vice-governador. OU alguém tem coragem de discordar da violência política que foi essa foto?  

Um ano antes da eleição o inimaginável aconteceu: Weverton não só colocou Brandão na defensiva, enfiou em um espeto e colocou em cima do balcão enquanto coloca o carvão na churrasqueira e espera Márcio Jerry levar o isqueiro.

Política nacional

Bolsonaro vence eleições no Senado e Câmara Federal

O presidente da República, Jair Bolsonaro, foi o grande vitorioso nas eleições do Senado e Câmara Federal, realizadas no início dos trabalhos dos legislativos em 2021.

No Senado, o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), de 44 anos, confirmou o favoritismo e se elegeu, ainda em primeiro turno, como novo presidente. Pacheco conseguiu 57 votos, enquanto Simone Tebet teve 21 – três dos 81 senadores não compareceram à votação.

“Em cédula de papel, o Senado Federal elegeu o Senador Rodrigo Pacheco (57 votos de 81 possíveis) para presidir a Casa no biênio 2021/22”, escreveu Bolsonaro após a vitória do aliado.

Na Câmara Federal, Bolsonaro também venceu a eleição com o seu aliado. O deputado federal Arthur Lira (PP-AL) foi eleito presidente da Câmara dos Deputados, também em 1º Turno. Lira recebeu 302 votos, mais que o dobro do segundo colocado, Baleia Rossi (145 votos) e mais que a metade dos 505 votantes.

“Arthur Lira é eleito (302 votos em 513 possíveis), em primeiro turno, para presidir a Câmara para o biênio 2021/22”, afirmou Bolsonaro, ao lado de fotos dos dois vitoriosos.

A vitória de Bolsonaro em 1º Turno, tanto no Senado quanto na Câmara Federal, mostram que o presidente da República segue fortalecido no Congresso Nacional e desta forma deve sepultar as tentativas de impeachment que oposicionistas estavam sonhando colocar em pauta.

É aguardar e conferir, mas a tendência é que a relação entre Bolsonaro e as duas casas legislativas não seja tão tensa como aconteceu nos dois primeiros anos.

O assassinato de Ronilson Gomes

Análise

Os 30 dias do prefeito Eduardo Braide

CoComo avaliar os primeiros 30 dias do prefeito Eduardo Braide em São Luís do Maranhão? Quais os pontos positivos e negativos? Veja a análise de José Linhares Jr.

Encerrado o primeiro mês de gestão do prefeito Eduardo Braide (Podemos), qualquer avaliação objetiva sobre sua gestão e previsão para o futuro que se pretenda conclusiva corre o risco de fracassar desgraçadamente. São apenas 30 dias que, na melhor das hipóteses, servem mais para identificar atrasos e avanços do que para determinar erros ou acertos. Braide não teve tempo para errar e teve menos tempo ainda para acertar. Apesar disso, trinta dias já servem para ver a velocidade e a direção das coisas.

FALTA DE BANDEIRA

Educação? Saúde? Emprego e renda? Infraestrutura? Assistência social? Roubalheira? Vanguarda? Virar palhaço no Twitter? Ter uma gestão criativa? Sumir por três anos? Modernizar a máquina pública? Mentir durante toda a gestão? Usar a prefeitura para perseguir adversários? Transformar São Luís em destino turístico global?

Eduardo Braide ainda não determinou qual será sua meta, qual será sua bandeira. E cada dia que passa sem fazer isso o aproxima mais e mais de ser mais um. Excetuando-se Tadeu Palácio com a bobagem da “limpeza pública” (bandeira de gestão digna de fracassados) e Jackson Lago com a saúde, todos os demais prefeitos eleitos desde o fim dos anos 1980 não tiveram uma meta objetiva a ser cumprida. Era apenas a manutenção da mesmice feita de forma deplorável ou exitosa.

PRECIPITAÇÃO

A impressão que se tem, e isso é apenas uma impressão, é que o prefeito está tão preocupado em ser um bom prefeito que esquece que aparição em canteiro de obra, no caso de um bom prefeito, é antecedida por muitas horas de planejamento dentro de gabinete.

Antes de dar um pio sobre qualquer plano que seja em qualquer área que deseje, Braide já publica em suas redes sociais, quase que diariamente, fotos de capacete vistoriando obras. Pode ser que esteja fazendo as duas coisas (planejamento e execução)? Claro que pode! Só que não passa essa impressão.

Passado um mês da gestão, eu sou capaz de apostar o meu diploma que a população ainda não sabe “qual é a do prefeito”. (Deus, que falta faz um instituto de pesquisa que não seja apenas rapariga em ano de eleição nesse estado).

Ainda é cedo? Sim, é cedo para os comuns. Só que Braide não pode nivelar-se pelos comuns. Precisa ter como meta o estrelato, o sucesso. Ir onde ninguém jamais esteve. Até o fim do primeiro semestre é mais do que pertinente a apresentação de um plano com metas e prioridades objetivas.

Conselho? Foque em geração de emprego, prefeito. Com ênfase no turismo e infraestrutura. Um simples emprego gerado pela atuação da prefeitura vale mais do que um milhão de fotos em obras.

NÃO ESPERE DOS SECRETÁRIOS

Que me perdoe a classe política e a sociedade, mas nós somos paupérrimos de quadros para a ocupação de cargos públicos. Após 15 anos cobrindo a política do estado e conhecendo para lá de uma centena de secretários, poucos foram aqueles com autonomia de criatividade independente na gestão.

Secretário de governo no Maranhão não é parceiro da gestão, é cumpridor de ordens. Então, prefeito, não cometa o erro de esperar de seus secretários mais do que o cumprimento de ordens.

VANGUARDA

Ser mais um no Maranhão é fácil. E sabendo que ser mais um por essas bandas quase sempre resulta em reeleição, chega a ser desejável. Só que Eduardo Braide, aquele político incomodado da eleição, pretende ser mais um?

Se quiser, Flávio Dino está aí como exemplo de como um gestor medíocre pode se dar “bem” munido apenas de repetição e muitas mentiras. Aliás, copiar Flávio Dino (que já havia imitado João Dória) naquela “cerimônia” da primeira vacinação foi triste demais. Ser a cópia de uma imitação é triste demais…

Caso contrário, deve tentar sempre fazer diferente o máximo de coisas que puder. A escola da administração pública tradicional paralisou São Luís e o Maranhão nos anos 1980. E as favas com “sarneys”, “dinos” e “jacksons”! É preciso romper com todo esse pessoal. Buscar em outros lugares a inspiração para a superação.

Digo sem medo de errar: tudo o que foi feito de brilhante no Maranhão nos últimos 30 anos é menos que nada se comparado ao que foi feito de forma razoável fora daqui. Em se tratando de administração pública, é claro.

Ser de vanguarda é arriscado? Demais. O caminho é tortuoso e cheio de precipícios. Só que a sorte não sorri para os covardes. A opção pela mesmice pode ser a mais segura para evitar erros e mais segura ainda para evitar a superação dos seus antecessores.

Passados 30 dias de Eduardo Braide não se pode ter certeza se a gestão será boa ou ruim, se está boa ou ruim. O que se pode suspeitar é da falta de interesse dele em ser diferente. (Aliás, coisa que está fazendo muito bem o prefeito de Rosário).

Após 100, 365 e 730 dias nos encontramos de novo para tratar deste assunto.

Ação

Drº Gutemberg articula em defesa de feirantes em São Luís

Dr Gutemberg e Liviomar Macatrão com representantes da categoria

O vereador Dr. Gutemberg (PSC) iniciou diálogos com o secretário de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Liviomar Macatrão, em de feirantes da cidade. A primeira reunião teve a participação da presidente do Sindicato dos Feirantes, Ivanilde Sampaio, e representantes do Mercado do João Paulo.

Continuar lendo
Causa e efeito

MBL entra em decadência e começa a perder lideranças

Saída do vereador Fernando Holiday após radicalização do movimento expõe decadência

O vereador paulistano Fernando Holiday (Patriota) está de saída do Movimento Brasil Livre (MBL). O anúncio foi feito por meio de nota divulgada nas redes sociais do vereador ontem (28). A saída de Holiday acontece durante a radicalização do movimento que tem direcionado todas as suas energias para o impeachment do presidente Jair Bolsonaro.  

Oficialmente, as razões apontadas por Holiday são a falta de prioridade dada pelo MBL a duas pautas que o vereador considera fundamentais: a oposição ao aborto e a defesa de causas LGBT. “Estou saindo por razões pessoais, tenho projetos que quero desenvolver que nesse momento que não são prioridade para o momento, de proteção à vida e causas LGBT”, disse Holiday a um blog.

Mesmo não assumindo, provavelmente por questões éticas, Holiday já demonstrou incomodo com algumas atitudes de membros do grupo. O vereador não gostou de ver Renan Santos, coordenador nacional do movimento, atacar o deputado federal Marcel Van Hattem (Novo-RS). Renan Santos, o mais bestial dos membros do movimento ao lado do deputado jacobino Kim Kataguiri, inquiriu Van Hattem por um posicionamento pelo impeachment.

Fernando Holiday, homossexual assumido, foi eleito em 2016 e se reelegeu no ano passado. Em 2022, ao que tudo indica, deve ser candidato a deputado federal.

A saída de Fernando Holiday, indiscutivelmente a maior reserva moral do movimento, revela que a decadência do movimento causada por uma espécie de radicalismo psolista pode ter decretado o fim do MBL.

Evento

Aluisio Mendes e Daniella Tema recebem homenagem em Açailândia

Aluisio Mendes e Daniela Tema em Açailândia

Na tarde desta quinta-feira (28) o deputado federal Aluísio Mendes (PSC) e a deputada Daniella Tema (DEM) foram homenageados durante evento na cidade de Açailândia. A honraria foi dedicada por nove vereadores. Além da premiação, os parlamentares participaram de uma extensa agenda política durante o dia.

As atividades começaram com o almoço seguido de entrevista coletiva de imprensa no salão de eventos da cidade. O objetivo da visita ao município é a união de forças para conseguirem reverter a crise política que tem abatido Açailândia.

“As decisões concedidas em favor do vereador Ceará que está ocupando indevidamente a presidência da Câmara já foram alvo de recurso, e todas as medidas judiciais cabíveis estão sendo tomadas para garantir as prerrogativas dos vereadores legitimamente eleitos e a autonomia do poder legislativo de Açailândia”, disse o advogado Fernando Moreira Lima.

A crise que teve início quando 9 dos 17 vereadores eleitos para a legislatura 2021-2024 foram impedidos de exercer seus mandatos. Está na mesma situação o presidente eleito, vereador Feliberg, também com posse invalidada pela justiça.

“O que ocorre em Açailândia é um caso sem precedente. Retirar o direito legítimo de nove vereadores exercerem seus mandatos foi um grande equívoco que precisa ser apurado e corrigido” afirma Aluisio Mendes.

Durante o evento político em Açailândia, os parlamentares contaram com a presença de representantes de vários segmentos sociais religiosos, comerciais, bancários, ruralistas, profissionais da imprensa e associações de bairros.

A população de Açailândia tem sinalizado apoio em prol da causa. Manifestações, greves e protestos já foram articulados. A adesão de sindicatos, entidades da sociedade civil organizada e uniões de moradores em movimentos contra o vereador Ceará também é crescente.

Anúncio

André Fufuca consegue agência da Caixa para Santa Luzia e Coelho Neto

Deputado teve participação na concessão de novas agências.
Continuar lendo
Fake News Desmascarada

Gastos da União com alimentação e leite condensado caíram em 2020

Matéria do UOL (portal de oposição a Bolsonaro) mostra que gastos com alimentação diminuíram entre 2019 e 2020. Reportagem tomou como base Painel de Compras (criado no Governo Bolsonaro) que dá mais transparência a gastos do Governo Federal.

Dados do Painel de Compras, uma das ferramentas de transparência da União, mostram que o montante de pagamentos de itens de alimentação sofreu uma redução expressiva em 2020 em comparação com 2019.

Considerando apenas os 500 principais produtos comprados pelo governo federal em cada um dos dois anos de gestão, em 2019 foram gastos mais de R$ 3,7 bilhões. Em 2020, R$ 2,8 bilhões. Um corte de cerca de 25%, incluindo a compra de leite condensado.

Este levantamento considera os valores efetivamente pagos a cada ano, o que é diferente do valor empenhado, que é aquilo que o orçamento reserva para ser gasto, mas que não necessariamente o é.

Os números, relativos aos valores que o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) pagou, diferem dos apresentados pelo site Metrópoles, que levavam em consideração apenas as contratações feitas em 2019.

O que o site fez foi comparar o que foi pago em 2019 das compras relativas a 2019 e o que foi pago em 2020 das compras relativas a 2019.

Assunto do momento no país, a aquisição de leite condensado pela União chegou a um total de R$ 20,2 milhões em pagamentos em 2020, uma redução na comparação com os R$ 31,1 milhões pagos em 2019. O valor de R$ 15 milhões, que está sendo amplamente comentado, inclusive nas redes sociais, diz respeito ao valor pago em 2020 relativo a compras feitas em 2019.

O gasto com alimentação superou R$ 2,8 bilhões em 2020. O levantamento do UOL considerou os 106 produtos alimentícios que mais impactaram os cofres públicos. Entram na relação todos os produtos que custaram mais de R$ 9,3 milhões.

Para a maior parte dos produtos, houve uma redução no montante gasto na comparação entre 2019 e 2020. Para achocolatado, por exemplo, ela foi de 42%. Para azeitona, 62%. Para chá, 11%.

Em alguns casos houve aumento, como “frios” e “embutidos” — ao mesmo tempo que os produtos “linguiça” e “salsicha” saíram da lista.

COMPARAÇÕES

O Painel de Compras foi lançado no início de 2020 e considera compras públicas realizadas a partir de 2018, por isso não permite comparação anterior a esse ano.

Outras ferramentas de transparência, contudo, ajudam a identificar que a aquisição de doces não é proposta apenas do atual governo.

Unidades militares, além de parte de universidades e institutos federais, utilizam, há anos, o sistema Comprasnet, que tem um repositório de licitações do governo federal.

O pregão mais recente é do 15º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado, do Exército, no Rio Grande do Sul.

A divisão está cotando a compra de 500 unidades de leite condensado. É a primeira mudança na lista de compras desde 2013. Daquele ano até 2020, o grupo de artilharia gaúcho sempre cotou a compra de 2.000 unidades por ano (antes eram 600).

O comando da 7ª Divisão de Exército também estava com edital na praça até ontem. A divisão que fica no Recife busca comprar 70.480 unidades de leite condensado. Os números diferem pouco dos pregões de novembro de 2019 (75.800), de outubro de 2018 (109.830) ou de novembro de 2017 (94.600). Até 2013, a unidade comprava menos de 20 mil caixinhas por ano.

O QUE DIZ O MINISTÉRIO DA DEFESA

Em nota, o Ministério da Defesa afirmou que o “efetivo de militares da ativa é de 370 mil homens e mulheres, que diariamente realizam suas refeições, em 1.600 organizações militares espalhadas por todo o país”.

“As Forças Armadas têm a responsabilidade de promover a saúde da tropa por meio de uma alimentação nutricionalmente balanceada, em quantidade e qualidade adequadas, composta por diferentes itens.”

Também justificou a compra de leite condensado em quantidade: “O leite condensado é um dos itens que compõem a alimentação por seu potencial energético. Eventualmente, pode ser usado em substituição ao leite. Ressalta-se que a conservação do produto é superior à do leite fresco”.

A própria prima

Vereador do PCdoB é acusado estuprar e engravidar criança no Maranhão

Vítima ainda seria parente do estuprador. Suspeitas dão conta de que o Conselho Tutelar está protegendo identidade do possível criminoso.

Um vereador do PCdoB em Pedro do Rosário, no interior do Maranhão, é acusado de ter estuprado uma criança de 13 anos. A menina, além de menor de idade, seria prima do suposto estuprador comunista e chegou a engravidar após o ato criminoso. A jovem perdeu o bebê. A informação foi divulgada em primeira mao pelo jornalista Diego Emir.

Atualmente a vítima está internada em uma Maternidade de Alta Complexidade de São Luís. Ela é assistida por membros do Conselho Tutelar de São Luís que, por razões ideológicas, preferem não denunciar o vereador e nem divulgar o seu nome.

Por conta da operação abafa movida para esconder o estupro da criança, apesar de todos os indícios, o criminoso comunista continua solto.

NÃO É NOVIDADE

Casos de estupro promovidos por políticos do PCdoB tem se tornado comuns. Em 2019 o prefeito de Uruburetama (CE), José Hilson de Paiva, foi afastado do cargo após acusações de ter promovido estupros em massa.

Rosana Auri da Silva Cândido, de 27 anos, e Kacyla Pryscila Santiago, de 28 anos, acusadas de torturar e assassinar o menino Rhuan Maycon, também eram fliadas ao PCdoB. O partido chegou a divulgar nota após o ocorrido.