Linhares Jr.

Comunistas humilham e negam apoio a classe artística no Maranhão

Referência da música maranhense, Chiquinho França denunciou humilhação por membros do governo Flávio Dino que classificaram como “burrice” tentativa de ter o apoio do governo em projeto de incentivo a música no estado. França ainda se disse perseguido.
Continuar lendo

Artigo

O eleitor evangélico é o mais manipulável do Maranhão?

Postura de ALGUNS pastores durante período eleitoral, que param de fazer religião para mergulhar de cabeça em campanhas, reacende discussões sobre tentativa de manipulação de evangélicos.

As eleições de São Luís reativaram uma discussão que vem ganhando força no Maranhão nos últimos anos: o eleitorado evangélico é manipulável? Igrejas transformaram-se em currais eleitorais?

Antes de continuar, é preciso dizer algumas coisas. Defender a palavra de Deus e aceitar tudo o que um pastor diz não é a mesma coisa. A figura do pastor é mundana, ele não é uma divindade. E, dessa forma, é tão suscetível às tentações que todos estamos. E, alguns deles, caem em tentações como nós também caímos. Pastores não são perfeitos e nem infalíveis.

Já o fiel, o evangélico que acorda cedo, cumpre suas obrigações sociais e com Deus é digno e o mais próximo que alguém pode chegar de Deus. Só que nem mesmo o mais fiel à palavra de Deus é imune a mentira e enganação. A fé garante o Reino dos Céus e o amor de Deus, mas não nos torna imunes às enganações da vida mundana. Então, você evangélico que lê esse texto agora, faça uma reflexão sobre as coisas que irá ler. Não sobre os sentimentos que sentiu ao ver o título. Os alvos dessas críticas são aqueles que se aproveitam da sua fé, não você! Você pode ser uma vítima.

Voltando…   

Continuar lendo

Érico Cantanhede: vereador para a defesa da saúde em São Luís

Médico com vasto currículo no sistema de saúde de São Luís, Érico Cantanhede figura entre as melhores opções para o eleitorado que tem no sistema de saúde sua principal preocupação.
Continuar lendo
Surpresa

Drº Yglésio cresce na reta final da campanha

Dr Yglésio foi uma das surpresas positivas da eleição em São Luís

À medida em que o dia das eleições se aproxima, cada vez mais pessoas aderem à campanha de Yglésio Moyses (PROS) por meio das redes sociais. Todos os dias, o candidato do PROS e seu candidato a vice-prefeito, o também médico Mauro César, recebem declarações de apoio de pessoas que foram atingidas pela mensagem da verdade disseminada por meio da campanha, nos debates e nas entrevistas.

“Nas redes sociais do próprio Yglésio, as pessoas fazem comentários dizendo que vão votar nele, que acompanharam o debate e perceberam que ele é o melhor candidato. Nas mensagens de WhatsApp, nós recebemos quase que diariamente prints de pessoas que apoiam a nossa campanha que, conversando com seus amigos, recebem mensagens deles dizendo que vão votar no Yglésio”, disse Mauro Cesar, candidato a vice-prefeito.

Durante as caminhadas, segundo a adesão das pessoas também cresce. “Nas caminhadas, têm sido surpreendente a receptividade das pessoas quando encontram, pessoalmente, o candidato Yglésio, eles se identificam, identificam o candidato que viram na TV, fazem elogios, elogiam as propostas, declaram votos espontaneamente”, disse Mauro Cesar, candidato a vice-prefeito pelo Pros.

A tendência é o crescimento dos candidatos, pois as pessoas já perceberam que eles, mesmo com apenas 16 segundos de tempo de TV, agem e falam com verdade. “Existe uma onda crescente nas redes sociais, atualmente, principalmente pelo bom desempenho nos últimos debates e isso cresce mais ainda a expetativa da participação dele no debate da Difusora”, concluiu o candidato a vice-prefeito da chapa do Pros.

Eleições 2020

Eleição de Canindé Barros qualifica debate sobre mobilidade urbana em São Luís

A tão clamada “renovação” na Câmara Municipal de São Luís passa necessariamente pela qualificação dos debates sobre mobilidade urbana na cidade. Dessa forma, a eleição de Canindé Barros, ex-secretário de Trânsito e Transportes, é a maior a oportunidade do eleitorado de qualificar o debate na capital.

Absolutamente nenhum dos vereadores da atual legislação possui o embasamento que Canindé Barros tem no setor. Como membro do Executivo Municipal, Barros foi responsável pela idealização de 100% de todas as intervenções que melhoraram o trânsito na capital.

USA

Advogado apresenta evidências de fraude nas eleições dos EUA

Contrariando narrativas de “falta de provas”, advogado mostrou uma série de irregularidades que são facilmente constatáveis no processo eleitoral americano.
Continuar lendo

Prefeitura divulga lista de classificados para o Festival da Música – Canta São Luís

Evento promovido pela gestão do prefeito Edivaldo visa divulgar e incentivar a produção musical,  o fortalecimento da cultura e oferecer lazer gratuito para a população; antecipação do resultado vai possibilitar mais tempo para a preparação dos candidatos

Continuar lendo
Eleições 2020

Justiça ordena que Folha de SP pare de divulgar fake news contra Braide

Jornal de extrema-esquerda entrou no consórcio de fake news promovido por Flávio Dino que tenta manipular mais uma vez eleições em São Luís.

A Justiça determinou que o jornal paulista Folha de São Paulo, veículo do consórcio de nacional de fake news da extrema-esquerda, pare de divulgar a notícia mentirosa veiculada contra o candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos).

A Folha de São Paulo publicou notícia em sua página afirmando que Eduardo Braide é investigado, mesmo sem apresentar nenhum documento comprovando a afirmação.

“Como afirmei, diferente de meus adversários, a minha vida é limpa. Uma notícia plantada que tem o único objetivo de tentar enganar o eleitor. A verdade, mais uma vez, prevaleceu”, afirmou Braide.

Em seu despacho, a juíza titular da 76ª Zona Eleitoral diz que as afirmações da Folha de São Paulo “não estão embasadas em provas, apenas cita um documento do Ministério Público, mas não o apresenta nem informa onde pode ser consultado”, possuindo assim, num contexto eleitoral muito próximo ao dia da votação, potencial ofensivo de lesar a reputação de Eduardo Braide.

Em caso de descumprimento, a Folha de São Paulo estará sujeita ao pagamento de multa diária no valor de R$ 2.0000,00 (dois mil reais), até o dia das eleições.

“Eu confio em Deus, na Justiça e no povo de São Luís. Ninguém mais cai nessas armadilhas. Vamos vencer no dia 15 com fé, coragem e determinação. Essa é a vontade do povo de São Luís”, concluiu Braide.

Quem diria...

Militância Bolsonarista adere a Flávio Dino em São Luís

Campanha de difamação comunista contra adversário de Flávio Dino na capital maranhense está contando com apoio massivo de parte da militância conservadora que defende presidente.

O governador Flávio Dino (PCdoB) vem contando com aliados inusitados na desconstrução do seu grande adversário nas eleições de São Luís, a militância pró-bolsonaro. Nas últimas horas uma série de montagens e notícias falsas contra Eduardo Braide (Podemos) estão sendo compartilhadas em redes sociais por apoiadores do presidente da República. Flávio Dino já entrou pessoalmente na campanha contra Braide e tem gravado vídeos em que o ataca ferozmente.

Em contato com o blog, alguns militantes alegaram que a entrada na campanha de difamação contra Eduardo Braide é pelo fato do candidato do Podemos “não ser de direita”.

Como deputado federal, Eduardo Braide optou por uma postura de independência na Câmara. Hora votando com o governo Bolsonaro, hora não. Para essa militância, e alegria de Flávio Dino, ele só seria “perdoado” se votasse sempre com o Governo Federal. Daí o embarque de alguns na campanha de difamação promovida por Flávio Dino.

Aderiram a uma estratégia que só beneficiará a esquerda porque o inimigo da esquerda não é tão de direita. Vai entender…

Terror comunista

Além de entrar diretamente nas eleições municipais sempre que pode, Flávio Dino indiretamente já deixou claro não tem pudores no uso da máquina do governo para derrotar adversários. No interior do Maranhão já voltam as denúncias do uso da Polícia Militar para espancar e intimidar adversários. Em São Luís a situação não deve ser diferente.

O fato é que a tirania e a sede de poder do governador Flávio Dino, cujo o governo já chegou ao cúmulo de emitir ofícios solicitando a espionagem de adversários, não é novidade alguma. A única coisa louca nessa história é que ele, dessa vez, tenha a ajuda de militantes pró-Bolsonaro no estado que o ajudam no serviço sujo de assassinar a reputação de seus adversários políticos.

Flávio Dino considera Eduardo Braide um inimigo e todo mundo que ataca o candidato do Podemos está, mesmo que negue, à serviço do comunista.

Assim que o comunista afirmou que aceitava a eleição de qualquer um, menos de Braide, o caminho deveria ser óbvio. Só que nem sempre a obviedade é clara para alguns. Eis a verdade.

Eleições 2020

Folha de São Paulo entra no “Consórcio/Dino” e divulga fake news contra Braide

Assim como a Carta Capital, jornal paulista é submisso a governo comunista de Flávio Dino e publica mentiras contra adversários

Apesar de certidões de novembro de 2020 que comprovam a ausência de processos ou investigações contra Eduardo Braide (Podemos), a Folha de São Paulo divulgou fake news na edição deste domingo (8) que serve aos propósitos do grupo de Flávio Dino para assassinar a reputação do candidato.

A matéria da Folha foi baseada em um suposto documento de outubro de 2019. Antes da divulgação da reportagem, Eduardo Braide encaminhou à Folha de São Paulo certidões atualizadas de todas as instâncias que não foram citadas na reportagem.

Ao considerar apenas um suposto documento do Ministério Público Federal (MPF), mas sem publicá-lo, a Folha de São Paulo deixou claro que a matéria foi encomendada com o propósito de tentar confundir o eleitor nesta reta final de campanha.

“Essa é a prova clara do desespero que bateu nos meus adversários. Mas para a tristeza deles, reafirmo: não sou investigado”, declarou Braide.

Outro ponto a ser ressaltado é que, por não ter nada a esconder, Eduardo Braide foi um dos três deputados federais maranhenses que votaram a favor da Medida Provisória que mantinha o controle do COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeira) com o Ministério da Justiça, o que facilitaria investigações de toda e qualquer movimentação financeira e, consequentemente, o maior combate à corrupção. Além disso, votou favorável ao Pacote Anticrime que endurece as penas para crimes de corrupção.

“A minha vida é limpa. Sujo é o jogo dos meus adversários”, concluiu Braide.