Linhares Jr.

Eleições 2020

Voto consciente: não reeleja nenhum vereador em SLZ

Por 35 anos Câmara de Vereadores foi esquecida pela sociedade civil, classe política e imprensa tornando-se um adereço em São Luís. Em 2020 está na hora do eleitor começar a mudar essa realidade não reelegendo ninguém.
Continuar lendo
Cidadania

MPMA realiza campanhas de arrecadação de doações

O Ministério Público do Maranhão, por meio dos Centros de Apoios Operacionais dos Direitos Humanos e da Infância e Juventude está promovendo campanhas de arrecadação de doações para ajudar instituições filantrópicas. O MPMA também participa, por meio da Seção de Saúde Funcional, do Setembro Dourado, iniciativa voltada à conscientização sobre o câncer infantojuvenil, tendo em vista o diagnóstico precoce da doença.

Continuar lendo

NOTA DE RETRATAÇÃO EM RELAÇÃO AO JUIZ DOUGLAS DE MELO MARTINS

Eu, José Fernandes Linhares Júnior, jornalista responsável pelo blog “LinharesJr.com” e pelo usuário @blogdolinhares nas redes sociais Instagram e Twitter, no que concerne à matéria com a chamada “Maluco”, intitulada de “Juiz que proibiu carreata pró-Bolsonaro incentiva ataques terroristas em São Luís”, publicada em 05.06.2020 nas referidas plataformas, venho apresentar RETRATAÇÃO PÚBLICA E PEDIDOS PÚBLICOS DE DESCULPAS de todas as afirmações que desferi contra o juiz Douglas de Melo Martins, referentes a manifestações constantes de suas redes sociais acerca dos protestos realizados contra o racismo nos Estados Unidos desde a morte de George Floyd.

Após ser acionado judicialmente e em audiência de conciliação ocorrida no dia 18 de setembro, o senhor Douglas de Melo Martins, em pleno gozo de seus direitos, explicou com clareza e de forma precisa o teor de suas publicações. Seus esclarecimentos deixaram claro que EU ERREI GRAVEMENTE em minhas interpretações sobre suas manifestações ao considera-las irônicas e agressivas.

O magistrado não incentivou depredação de patrimônio público e terrorismo como foi, levianamente, afirmado por mim. Douglas Martins também não apoia e/ou incentiva grupos violentos que atentem contra a democracia de qualquer forma.

Dessa forma, e como titular do apontado blog e dos perfis do Instagram e Twitter, reconheço que agi de forma equivocada, injusta e em dissonância das boas práticas jornalísticas em relação ao referido magistrado e meus leitores no referido caso e em mensagem de áudio divulgada por mim no aplicativo de mensagens Whatsapp que trata sobre o mesmo tema.

Outrossim, também reconheço meu erro ao afirmar que não haveria mais um magistrado na Vara de Interesses Difusos e Coletivos, uma vez que o apontado juiz também provou não ter qualquer predisposição de descumprir ou violar a Constituição Federal, nem de afrontar as determinações do Conselho Nacional de Justiça.

Reconheço, por fim, que inobservei o dever de levar a notícia com respeito, decoro e fidelidade, lamentando pelo equívoco cometido.

Assim sendo, pelas injustas ofensas equivocadamente proferidas, peço sinceras desculpas ao mencionado magistrado, bem como a todos os leitores que tiveram seus julgamentos e opiniões em relação à publicação do senhor Douglas de Melo Martins deturpados por meu texto, reforçando o compromisso de levar informações e notícias com a fidedignidade imposta ao bom jornalismo.

Jornalismo e erros de português

Não podem ser comuns, mas são inevitáveis.

Ciência

Estudo do IBGE mostra que fome no MA aumentou com Flávio Dino

Resultado de estudo divulgado pelo IBGE nesta quinta (17) mostra que a fome aumentou no Maranhão após a chegada de Flávio Dino ao governo. Clique e veja os números.
Continuar lendo
Tragédia

Assassinato no petshop: a valentia cobra um preço alto

Ser morto e matar por um cachorro e/ou alguns míseros reais era a única opção de Daniel Leite e Eduardo Viegas?

Após uma discussão por motivos fúteis, o veterinário Daniel Leite assassinou o empresário Eduardo Viegas no dia 9 de setembro. Vídeo divulgado nesta quinta (17) revela que os dois tiveram uma discussão antes de Daniel tentar tomar o celular de Eduardo, que revidou com socos antes de ser alvejado por nove tiros.

Lamento que Eduardo tenha morrido e também lamento que Daniel Leite tenha imputado a si mesmo cicatriz tão grande na própria vida. Imagino a dor da perda das duas famílias e não consigo imaginar o que pode doer mais a um pai ou uma mãe: ir ao enterro do filho ou saber que ele disparou nove vezes contra uma pessoa desarmada.

No fundo, tanto Daniel quanto Eduardo foram vítimas de surtos de valentia por razões imbecis que matam tantas pessoas diariamente. Seja por briga no trânsito, discussões por futebol, quantias irrisórias, crimes passionais…

Se algum dos dois tivesse mais consciência e menos valentia, talvez esse texto não tivesse sido escrito e os dois estivessem bem.

Agora é preciso escrever o óbvio para poupar-me dos cérebros deficientes: tenho plena convicção de que Daniel Leite é criminoso e Eduardo Viegas é vítima.

Morrer assassinado ou ser preso por assassinato em meio a uma discussão dentro de uma clínica por uma porcaria de cachorro e/ou alguns míseros reais é algo grotesco.

São raros os casos em que uma tragédia dessa natureza não poderia ter sido impedida por algum dos dois envolvidos. E o vídeo deixa evidenciada uma triste realidade…

Daniel Leite poderia ter evitado de tornar-se um criminoso e Eduardo Viegas teve a chance de dificultar a própria morte.

Que nós, principalmente nós homens, comecemos a pensar sobre esse tipo de situação com mais frequências todas as vezes que um surto de valentia flertar com nosso comportamento: será que vale a pena?

Campanha Eleitoral

Braide reafirma que vai governar ouvindo as comunidades

O candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), reafirmou durante reunião do “Braide em Todo Canto” no Bairro São Francisco, que fará uma gestão participativa, ouvindo as comunidades e que desde o primeiro dia de governo irá trabalhar para que os serviços públicos municipais funcionem com qualidade. Braide esteve reunido com os moradores junto com a candidata a vice-prefeita, professora Esmênia.

“O bom político não é aquele que sabe falar bem, mas sim aquele que sabe ouvir bem o que o seu eleitor deseja. Como deputado, sempre foi essa a minha direção, e não serei diferente como prefeito de São Luís”, ratificou Braide.

Continuar lendo

Governo não se intimida com greve e deve privatizar Correios

Parece que, pelo menos desta vez, a chantagem promovida por sindicatos não irá surtir efeito

Na última década a quantidade de indenizações pagas pelos Correios por atrasos, extravios e roubos aumentou mais de 1.000%. Esses custos são responsáveis por um prejuízo que ultrapassa R$ 1 bilhão de reais. As reclamações pelo péssimo serviço prestado e a completa impossibilidade de modernização, comum a empresas estatais, tornou a privatização a única saída adequada para livrar o brasileiro da ineficácia da empresa.

E “tome greve” em todas as vezes que o debate sobre a privatização era iniciado. Contudo, de acordo com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, parece que a chantagem contra o Governo Federal perdeu o efeito com Bolsonaro.

O ministro afirmou que a Magalu e outras quatro empresas já manifestaram interesse na privatização dos Correios. De acordo com ele, esse processo está na “ordem do dia” e ocorrerá na gestão de Jair Bolsonaro. “Já tem cinco players interessados. A Magalu é um deles. O Amazon, a DHL, Fedex… já tem pessoas, grupos interessados na aquisição dos Correios. E isso aí é importante. Nós não teremos um processo de privatização vazio”, afirmou o ministro.

Atualmente em greve, para variar, os funcionários dos Correios devem ficar alheios ao processo inevitável de privatização da empresa.

A chantagem não funciona mais.

Eles podem tudo

ELEIÇÕES 2020: Apenas os otários respeitarão o isolamento social no MA

Enquanto adversários seguem regras, Flávio Dino e PCdoB irão “fazer a festa” nas eleições municipais maranhenses deste ano

Imagine correr uma maratona descalço, participar de uma corrida de carros caminhando ou entrar em um tiroteio armado com uma xícara. Deve ser difícil, certo? Agora imagine correr uma maratona em que um dos adversários irá de bicicleta, uma corrida de carros em que o favorito usará um helicóptero ou um tiroteio que será vencido pelo espertalhão que tem um tanque de guerra?

Tarefa muito mais dificultosa do que essa será enfrentada pelos candidatos à Prefeitura de São Luís que optarem por respeitar o isolamento social.

A participação do secretário de Saúde, Carlos Lula, em aglomerações e a história recente do PCdoB no estado, que respeita a legislação eleitoral com o mesmo empenho que promove viagens a Marte, mostra que apenas os otários irão respeitar os protocolos de isolamento social.

Quem fizer a opção por uma campanha de distanciamento fará papel de palhaço. Enquanto estiver em casa fazendo transmissões para 30 pessoas, Rubens Pereira Jr e outros candidatos do PCdoB pelo interior irão estar na rua beijando, abraçando e, se possível, lambendo milhares de eleitores.

O PCdoB não irá respeitar o isolamento social que prega publicamente. Isso não é uma suposição, é um fato já atestado pela ação de Carlos Lula.

Colocar secretário de Saúde rebolando em cima de um palco foi, na linguagem da bandidagem, uma espécie de “salve”. E a mensagem é clara: nós não teremos limites.

E apenas otários irão seguir a lei, perder recursos e depois perder as eleições. Apenas otários irão seguir a lei e reclamar de quem não segue.

– Linhares, você pode estar errado?

– Sim, posso. Isso só ficará claro se Carlos Lula for demitido até sexta-feira