Linhares Jr.

Verdade inconveniente

‘Eu dei muita risada’, é uma ‘ficção alucinada’, diz Bial sobre ‘Democracia em Vertigem’

Jornalista tripudiou de peça publicitária petista travestida de documentário
Continuar lendo
Se a moda pega...

Ex-presidente do TJ da Bahia completa 2 meses de prisão

Maria do Socorro Barreto foi presa pela acusação de envolvimento em esquema de venda de sentenças no oeste baiano. Correio teve acesso exclusivo a transcrição de ligação que levou a magistrada para a cadeia
Continuar lendo
Na Real

É AMANHÃ!

Após o grande sucesso e repercussão da entrevista o deputado federal Eduardo Braide, o Na Real receberá amanhã o deputado estadual, e também pré-candidato, Wellington do Curso. Acesse ao vivo nos blogs linharesjr.com.br e gilbertoleda.com.br
Enrascada

Suspeita de corrupção atinge Prefeitura de Imperatriz

Escândalos e denúncias de corrupção comprometem reeleição de Assis Ramos (DEM)
Continuar lendo
Cadê o feminismo?

Advogado petista incita estupro coletivo contra Damares

O advogado José Renato Andrade enviou um áudio a um grupo de whatsapp chamado “De Olho na Administração”, dizendo que “Damares deveria ser estuprada por 15 presidiários durante 24 horas para sossegar o seu fogo”.

Andrade incitou o estupro coletivo em outubro de 2019, pois acreditava que a ministra não era digna de receber o titulo de Cidadã Honorária de São Carlos, concedido pelo vereador Moisés Lazarine.

Somente no último domingo, dia 26, que a ministra revelou o episódio e que Ministério Público denunciou o advogado:

“Conseguem imaginar que no Brasil, em pleno 2020 ainda tem homens que desejam e incitam estupros contra mulheres só por elas pensarem diferentes deles? Fico aqui imaginando o que acontece nos rincões do Brasil com mulheres que não tem acesso a justiça e que são dominadas pelo medo de denunciar. ”

E acrescentou:

“O tal advogado famoso me aguarde! Não tenho medo de bandido quanto mais de advogado de bandidos.”

Ouça o áudio de José Renato Andrade:


Precaução

Adriano alerta Ministério da Saúde sobre risco do coronavírus no Porto do Itaqui

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) usou suas redes sociais para manifestar sua preocupação com o risco de epidemia do Coronavírus em São Luís, O deputado anunciou o envio de um documento oficial ao Ministério da Saúde uma requisição para que seja criada na capital uma comissão especial sobre os riscos de uma epidemia.

Adriano teme que o tráfego de embarcações da Ásia posso trazer riscos ao povo da capital maranhense.

Prefeitura de São Luís irá chamar concursados

Edivaldo Holanda Junior tem renovado e ampliado o quadro de servidores municipais em São Luís por meio de concursos públicos em áreas onde por várias décadas não eram feitos novos certames. É o caso da Assistência Social, área para a qual autorizou a convocação de 19 novos profissionais. O anúncio foi feito no início desta tarde em suas redes sociais.

Os novos profissionais das áreas de Direito, Psicologia e Assistência Social chegam para somar e ajudar a construir uma política assistencial e de acolhimento com mais qualidade para todos.

Edivaldo tem investido na realização de concursos públicos para a melhoria dos serviços oferecidos para a população. Mesmo com cenário de crise nacional, a gestão do prefeito Edivaldo já promoveu concursos nas áreas da Educação, Assistência Social, Controladoria-Geral, Procuradoria-Geral do Município e Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz).

A realização de concursos e convocação de novos profissionais têm sido possível graças ao rigor fiscal com Edivaldo tem gerido a Prefeitura de São Luís, o que tem garantido fazer novos investimentos e manter a folha de pagamento sempre em dia, contribuindo para o desenvolvimento da cidade.

Politica

PSB vira campo de batalha no Maranhão

Bira do Pindaré e Luciano rompidos

O deputado federal Bira do Pindaré e o prefeito de Timon, Luciano Leitoa, estão em pé-de-guerra. O conflito foi oficialmente decretado após Bira do Pindaré manobrar em Brasília para tomar o controle da legenda no estado do prefeito.

Bira acredita ser mais “esquerdista” do que Luciano e articulou junto ao também deputado federal do RJ, Alessandro Molon, a tomada do poder.

Alertado, Luciano Leitoa foi a Brasília onde conseguiu contornar a situação. Desde o episódio os dois estão rompidos.

Na Real #30 com Eduardo Braide

Fake news é o caramba!

Lula expõe balcão de negócios de Flávio Dino na grande mídia

Ex-presidente desmentiu fake news plantada por Flávio Dino sobre eleições de 2022 e convite para filiação no PT
Continuar lendo
Derrota

Piauí superou Maranhão em indicadores sociais nos últimos cinco anos

Após décadas figurando entre os estados mais pobres da federação, o Piauí finalmente deixou de integrar o grupo. A constatação pode ser feita após análise de números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que revelam melhor acentuada em uma série de situações. Em contrapartida, o Maranhão piorou, ou manteve, vários de seus índices nos últimos cinco anos e começou a ocupar o primeiro lugar entre os estados mais pobres da federação.

ÍNDICES

A renda per capita no Maranhão é a mais baixa entre todos os estados da federação. Enquanto a média nacional é de R$ 1.337,00, o Maranhão amarga míseros R$ 607,00 por habitante, a menor do país. Cerca de R$ 200,00 a menos que o Piauí, que tem renda de R$ 806,00.

Outro percentual levantado pelo IBGE chamado de Paridades de Poder de Compra (PPC), que analisa um valor que serve como linha de corte para diferenciar pobres e não pobres, também revela uma distância enorme entre Maranhão e Piauí.

O índice de pessoas com rendimento domiciliar per capita inferior a US$ 1,9 (indicador das Nações Unidas) era de 19,9 % da população maranhense no último levantamento realizado em 2018. No Piauí o índice não ultrapassa 15%, ficando em 14,2% da população.

A escolaridade também demonstra que os vizinhos piauienses avançaram muito mais do que o Maranhão na qualificação de seus jovens. Apenas 8,6% da população maranhense possui ensino superior completo. No Piauí o índice salta para 11,5%.

Apesar da grande propaganda governamental na área da educação, os últimos cinco anos não representaram avanços significativos no setor. Enquanto o percentual de pessoas sem instrução sofreu uma queda drástica, chegando a 13% da população, O Maranhão segue sustentando quase 17% de sua população neste estado.

O número de alunos entre 15 e 17 nos que não requentam a escola também revela outra discrepância entre os estados. Em 2018 o IBGE registrou 14,3 de alunos nesta idade fora das escolas no Maranhão. Uma das cinco piores taxas de todo o Brasil. Já o Piauí está entre os quatro estados que mais garantem ensino a adolescentes, com a quarta melhor taxa de todo o país (8,4%).

PIAUÍ AVANÇA, MARANHÃO RECUA

Além dos números do IBGE nos últimos anos, o estudo “Avaliação Continuada da Vulnerabilidade Social no Brasil: Impressões e Primeiros Resultados do índice de Vulnerabilidade Social (IVS)”, revela que nos últimos anos o Piauí se colocou entre os estados do Brasil onde aconteceu a maior redução da vulnerabilidade social no período de 2016 a 2017.

Entre os estados estão Paraíba, Pará, Piauí, Rondônia, Amazonas, Tocantins, Minas Gerais, Ceará, São Paulo e Mato Grosso. Eles mostram que oito estados do Brasil, entre eles, o Piauí, tiveram redução da vulnerabilidade social de 2011 a 2017, isso é, durante sete anos, de forma consecutiva.

O estudo revela que o Maranhão, entre 2011 e 2015, chegou a apresentar uma redução de acentuada na vulnerabilidade social associada aos indicadores de renda e trabalho, saindo da faixa da alta vulnerabilidade social para a média. Após este período, mas especificamente com a vitória do governador Flávio Dino (PCdoB), a tendência se inverteu e o estado voltou para a faixa de alta vulnerabilidade social na dimensão renda e trabalho e apresenta aumento da vulnerabilidade igual a 3,6% de um ano para o outro, ou seja, de 2016 para 2017.