Notícias
Variante Indiana

Navio MV Shandong da Zhi é autorizado a atracar no Maranhão

A SES/MA informou nesta que o navio foi liberado da quarentena após a tripulação testar negativo para a covid-19 e não mostrar quadro sintomático suspeito

Após quarentena, navio que trouxe tripulantes infectados pela cepa indiana para o Estado, recebeu permissão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para atracar na costa maranhense.

A Secretaria de Estado de Saúde informou nesta quinta-feira (24) que a embarcação MV Shandong da Zhi foi liberada da quarentena após a tripulação testar negativo para o novo coronavírus e não mostrar nenhum quadro sintomático suspeito. De acordo com a SES, a embarcação vai continuar na área de fundeio e aegue aguardando a agend do Porto do Itaqui para atracar. O navio chegou ao Maranhão em 14 de maio, vindo da Malásia e está ancorado a cerca de 50 km do litoral da capital maranhense.

Ao todo, 24 tripulantes estavam na embarcação, entre os quais, um indiano de 54 anos que, após piora no seu quadro clínico, foi internado em um hospital de São Luís. Este tripulante segue com estado de saúde grave, foi entubado em 22 de maio após piora e segue internado na UTI de um hospital particular, sendo diagnosticado com a cepa indiana no novo coronavírus (Delta).

Após a comprovação dos seis casos da cepa indiana no Estado, foram testadas 147 pessoas que tiveram contato direto e indireto. O resultado dos exames deram negativo e o governo considerou não haver transmissão local.

Imunização

Prefeitura anuncia 2ª chamada de vacinação a partir de 50 anos

Imunização ocorre a partir desta sexta-feira (25), das 10h às 18h, em nove centros de vacinação da capital destinados para pedestres e drive thru

A Prefeitura de São Luís, através de Eduardo Braide (Podemos), divulgou nesta quinta-feira (24) a segunda chamada para quem não conseguiu ser vacinado contra o novo coronavírus.

Levando em consideração as doses disponíveis, a gestão da capital maranhense está convocando para a segunda chamada, neste primeiro momento, os adultos a partir de 50 anos de idade.

“Não dá pra ficar perdendo o dia da vacina, né?! Então, pode chegar! Amanhã (sexta, 25) tem NOVA CHAMADA para você que tem 50 anos ou mais e perdeu a 1ª dose contra a Covid. Em todos os nossos 9 pontos, de 10h às 18h. Já pode ir escolhendo o braço”, informou Eduardo Braide.

Como destacado pelo prefeito, a imunização ocorrerá nesta sexta-feira (25), em todos os nove centros de vacinação, com novo horário, isto é, a partir das 10h às 18h.

Covid-19

“Você escolhe: vacina ou prisão”, afirma Presidente das Filipinas

Embora vacinação no país asiático não seja obrigatória, Rodrigo Duterte ameaça prender quem recusar imunizante contra o novo coronavírus

Em pronunciamento na TV nesta segunda-feira, Rodrigo Duterte, o presidente das Filipinas, ameaçou prender cidadãos que se recusarem a tomar a vacina contra a o novo coronavírus no país.

As Filipinas constatam baixo comparecimento em pontos de imunização, inclusive na capital Manila. A meta do Ministério da Saúde é imunizar até 70 milhões de habitantes, de uma população com cerca de 110 milhões, até o final deste ano.

“Você escolhe: vacina ou vai preso […] Não me interpretem mal, há uma crise neste país. Estou exasperado com o fato de os filipinos não atenderem ao governo”, declarou o mandatário.

O governo filipino registra mais de 1,2 milhão de casos e cerca de 23 mil óbitos em decorrência da Covid-19. A vacina mais aplicada é a CoronaVac.

Perigo

Bebê é internado após ingerir pedras de crack na própria casa

Pais admitiram que são usuários. Delegado Renato Ferreira instaurou inquérito e o caso segue apurado na unidade Regional de Polícia Civil em Divinópolis.

Bebê de sete meses que engoliu duas pedras de crack foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e de lá foi transferido para o Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD), na Região Centro-Oeste de Minas Gerais, em Divinópolis.

“A criança está internada com a mãe sob os cuidados do hospital e serviço social”, informou a Prefeitura de Divinópolis por meio de sua assessoria de comunicação. O Conselho Tutelar foi acionado pela equipe do hospital, cuja unidade de saúde não foi autorizada pela família a informar o estado de saúde.

O Conselho tutelar acionou a Polícia Militar e o pai foi preso. No entanto, a Polícia Civil não reconheceu a prisão porque não houve apreensão de droga ou elementos suficientes que justificassem.

"A verdade venceu"

STF decide tornar ex-juiz Sergio Moro suspeito e Lula comemora

Votaram a favor os ministros Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia, Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Nunes Marques, Ricardo Lewandoski e Rosa Weber

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta quarta-feira (23), tornar Sergio Moro, ex-juiz da Lava Jato de Curitiba (PR), suspeito no processo do triplex do Guarujá, que levou à condenação e prisão do ex-presidente Lula em 2018.

Em sessão realizada através de videoconferência, os ministros do Supremo oficializaram a suspeição por 7 votos contra 4. Foram favoráveis pela suspeição os ministros Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia, Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Nunes Marques, Ricardo Lewandoski e Rosa Weber. Marco Aurélio e Fux se posicionaram contra o entendimento de que Moro foi um juiz suspeito, acompanhando o relator Edson Fachin e Luís Roberto Barroso.

Após a decisão, o petista comemorou nas redes sociais publicando no Twitter que “A verdade venceu”.

Justiça por Hamilton

Manutenção de policiais causa revolta à população no interior

Após secretário Jefferson Portela decidir não afastar os policiais envolvidos no caso, população pede justiça por morte de jovem com transtornos mentais

Nesta quarta-feira (23), a população de Presidente Dutra protestou pela morte do jovem Hamilton Cesar Lima Bandeira, de 23 anos, que foi morto em sua casa no último dia 18 de junho.

Após decisão do secretário Jefferson Portela em manter os agentes da polícia até o término das investigações, tendo em vista que a Polícia Civil havia informado o afastamento dos envolvidos na última segunda (21), a população realizou protesto pedindo justiça pelo jovem.

Hamilton foi morto após denúncias de uma postagem em suas redes sociais ao desejar sorte à Lázaro Barbosa. Os agentes da Polícia Civil teriam ido à casa do jovem para investigar prováel “apologia ao crime”, quando o jovem morreu na frente do avô da vítima. Segundo os agentes, o jovem havia atacado os policiais com uma faca, mas a família contesta a versão e afirma que o jovem não era um perigo à sociedade.

“Eles foram entrando aqui e eu vim de lá para cá e quando cheguei… [perguntou] ‘O que é?’ Ai eles disseram: tem alguém aqui? E eu disse ‘tem, eu e meu filho’. E quando eu disse assim, o menino [Hamilton] pulou da cama e puxou essa cortina aqui. Apontou só o peito dele com a cabeça. Ai ele [policial civil] foi dizendo assim: ‘é esse aqui mesmo’ e atirou nele. E ele caiu bem aqui nos meus pés. Ele só fez dizer ‘Oh, papai'”, afirmou o avô de Hamilton Cesar.

O Ministério Público vai solicitar a exumação do corpo do jovem. Hamilton foi enterrado sem passar por necropsia e, por isso, não há laudos sobre os tiros que o atingiram.

Condições Degradantes

Cinco pessoas são retiradas de trabalho escravo no Maranhão

Operação em Barra do Corda foi coordenada por auditores da Superintendência Regional do Trabalho com apoio da 2ª promotoria de justiça e Polícia Civil

Cinco pessoas são resgatadas de condição análoga à escravidão em estabelecimento voltado ao cultivo de hortaliças, na zona rural de Barra do Corda.

Durante a operação realizada entre os dias 14 e 18 de junho, auditores-fiscais do Trabalho da Superintendência Regional do Trabalho no Maranhão (SRTb/MA) constataram que no local de trabalho não havia banheiro nem espaço adequado para refeições. A água consumida pelos trabalhadores era transportada em embalagens de produtos tóxicos reutilizadas, oriunda de um chafariz localizado numa aldeia indígena.

“Três dos cinco trabalhadores resgatados estavam alojados em uma casa de paredes de taipa e sem banheiro. Nesse alojamento, dois deles dormiam em redes armadas no alpendre, sujeitos a intempéries, sem privacidade e conforto e o outro dormia na sala da casa. Todos tomavam banho no rio Corda, que passa ao lado da casa”, explica Ivano Sampaio, auditor-fiscal do Trabalho que coordenou a operação.

Apesar de cumprirem jornada semanal de 44 horas, os empregados recebiam salário inferior ao mínimo legal, trabalhando de maneira informal. Os trabalhadores também não realizavam exames médicos, nem equipamentos de proteção individual adequados aos riscos da atividade e não contavam com materiais de primeiros socorros. Entre os cinco empregados retirados, havia um indígena e um adolescente com 16 anos.

A ação contou com o apoio da 2ª Promotoria de Justiça de Barra do Corda/MA, da Procuradoria do Trabalho em Imperatriz/MA e da Polícia Civil do Estado do Maranhão.

Mais espaço para queda

Dólar deve cair ainda mais, diz Paulo Guedes

Guedes disse que os juros curtos estão aumentando, mas o longo está sob controle, pois o governo manteve a responsabilidade fiscal e tem diminuído gasto

Nesta quarta-feira (23), Paulo Guedes, ministro da Economia, afirmou que o câmbio de equilíbrio ainda é muito abaixo do patamar de R$ 5,00 e que o dólar deve cair ainda mais.

As declarações de Paulo Guedes foram feitas em uma transmissão ao vivo. Embora o governo tenha ficado encurralado com os golpes contra o teto de gastos, Paulo Guedes também disse que os juros curtos estão aumentando, mas o longo está sob controle, pois o governo manteve a responsabilidade fiscal e tem diminuído gasto.

Na oportunidade, o ministro disse que o único país que fez reformas estruturantes em meio à pandemia foi o Brasil.

Vacina Indiana

PF deve investigar deputado por falas sobre compra da Covaxin

Ministério Público Federal detectou possíveis crimes na compra de doses indianas, União nega favorecimento ou sobrepreço e Bolsonaro pede investigação

O Governo Federal se pronunciou nesta quarta-feira (23), através de Onyx Lorenzoni, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência do Brasil, sobre as polêmicas envolvendo aquisição de 20 milhões de doses da Covaxin.

De acordo com o Ministério Público Federal, há suspeitas de superfaturamento no valor de cada dose da vacina indiana contra a Covid-19, há dúvidas sobre qual a necessidade de haver como intermediária uma empresa sem ligação prévia com a indústria de vacinas e, também, pelo processo rápido para a aquisição.

“Se constrói uma narrativa para afetar a imagem do presidente Jair Bolsonaro […] não houve favorecimento a ninguém, não houve sobrepreço e não houve compra alguma, um centavo de dinheiro público, que tenha sido despendido pelo caixa do Tesouro Nacional ou pelo Ministério da Saúde”, disse Onyx Lorenzoni, afirmando que o presidente determinou que a Polícia Federal investigue as declarações do deputado Luís Miranda e do seu irmão e servidor público do Ministério da Saúde, Luís Ricardo Miranda.

O irmão do deputado e servidor da pasta de saúde havia revelado ao Ministério Público Federal que sofreu pressão por vários setores do Ministério da Saúde para garantir a impotação da Covaxin. O servidor e o parlamentar devem depor à CPI da Pandemia durante a tarde da próxima sexta-feira (25). Quanto aos prováveis documentos sigilosos do Ministério das Relações Exteriores em posse do jornal O Estado de S. Paulo alegando que cada dose custava 100 rúpias, ou seja, cerca de US$ 1,34, mas que no contrato pelo governo foi pago US$ 15, Onyx se pronunciou.

“Existem indícios de adulteração do documento. Vamos solicitar uma perícia do documento à Polícia Federal”, afirmou o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência do Brasil.

Exoneração

Ricardo Salles pede exoneração do Ministério do Meio Ambiente

Na reunião ministerial de 22 de abril de 2020, Ricardo Salles sugeriu que o governo aproveitasse a pandemia para aprovar mudanças nas regras ambientais

O presidente da República, Jair Bolsonaro, acatou pedido de exoneração do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, nesta quarta-feira (23). A informação foi divulgada em edição extra do Diário Oficial da União.

A decisão ocorre em meio a pressões impostas por diversos atores internacionais, diante do aumento das ocorrências de desmatamentos durante a gestão do, então ex-ministro, e de acusações de leniência com condutas ilegais. A suposta tentativa de prejudicar investigações sobre apreensão de madeira ilegal ocasionou que Ricardo Salles fosse alvo de inquérito autorizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) solicitado pela Procuradoria Geral da República (PGR).

No mês anterior, a Polícia Federal indicou, durante o período que Salles esteve à frente da pasta, operações financeiras duvidosas envolvendo o escritório da advocacia que tem em sociedade com a mãe. No fim da tarde desta quarta-feira, Salles fez breve manifestação e comentou sobre as ações adotadas pelo ministério durante sua gestão.

“Experimentei ao longo destes dois anos e meio muitas contestações, tentativas de dar a essas medidas caráter de desrespeito à legislação, o que não é verdade […] Para que isso (a investigação) seja feita de forma mais serena possível, apresentei minha exoneração”, afirmou Ricardo Salles.

Antes do pronunciamento do então ex-ministro, o deputado Luis Miranda (DEM-DF) afirma que alertou a presidência sobre um “esquema de corrupção pesado” no Ministério da Saúde envolvendo a aquisição da vacina indiana Covaxin. A troca no Ministério do Meio Ambiente acontece no momento que o governo federal vê crescer a pressão provocada pela CPI da Pandemia.

Ricardo Salles comandava o Ministério do Meio Ambiente há dois anos e meio, cuja pasta passará a ser ocupada por Joaquim Álvaro Pereira Leite, que atuava como secretário da Amazônia e Serviços Ambientais.

Notas do Linhares

INFANTICÍDIO

Deputado propõe aumento de cadeia para criminosos que cometem crimes contra crianças

Caso Henry Borel e outros crimes incentivaram Aluísio Mendes (PSC) a apresentar projeto que deve elevar pena para atos contra crianças

Como forma de tentar combater a crescente onda de violência contra crianças em todo o Brasil, o deputado federal Aluísio Mendes (PSC-MA) apresentou proposta para aumentar as penas para crimes contra menores de 14 anos. Caso aprovada, os crimes de homicídio, lesão corporal quando cometidos contra pessoa menor de 14 (quatorze) anos e o crime de estupro de vulnerável terão suas penas aumentadas pelo menos em 1/3.

PANDEMIA DO ÓDIO

Neste ano, a morte do menino Henry Borel, no Rio de Janeiro, chocou a sociedade brasileira. Meses antes, um garoto encontrado nu e desnutrido acorrentado dentro de um barril revoltou o país. Ainda em 2019, em Luziânia (GO), um garoto de 2 anos teve a vida finalizada após o ataque de um pitbull. Dois anos antes, em 2019, o menino Rhuan Maycon foi esquartejado por um casal de lésbicas em outro momento infame da história brasileira. Em dezembro de 2015, Beatriz Angélica Mota Ferreira da Silva, de 7 anos, foi encontrada morta com 42 facadas.

Na justificativa do projeto, Aluísio Mendes lembra que a violência mais atendida nas unidades de saúde, contra crianças e adolescentes de 0 a 13 anos, é o estupro, que ocorre na própria casa da vítima em 58% dos casos.

“A frequência com que este tipo de notícia acontece deveria promover uma grande reflexão sobre o tratamento que estamos dando a nossas crianças. Dei a minha contribuição apresentando um projeto que aumenta a pena, mas devemos ir adiante”, avaliou Aluísio.

O projeto, além de prever aumento de pena para crimes contra crianças, também estabelece elevação do cárcere se o crime for cometido por parentes, padrasto, madrasta, tutor ou curador. Também há a possibilidade de elevação da pena se o crime for cometido contra criança portadora de deficiência. 

Educação

César Pires destaca obra de Accioly Cardoso na área da educação

A primeira escola de tempo integral em São Raimundo das Mangabeiras iniciará suas atividades no ano letivo de 2022. A obra foi anunciada pelo prefeito Accioly Cardoso (PSD) durante a inauguração do centro de diagnóstico por imagem da Unidade Mista São Raimundo Nonato, que contou com a participação de dezenas de lideranças políticas, entre elas o deputado estadual César Pires.

“Com a economia que fizemos dos recursos destinados ao transporte escolar podemos investir nesse sistema de educação. Esperamos que a obra transcorra dentro do período previsto que é de 120 dias. Certamente no próximo ano teremos as primeiras turmas”, explicou Accioly Cardoso.  

Localizada no bairro São José, a escola de tempo integral de São Raimundo das Mangabeiras terá capacidade para atender até 320 alunos matriculados do 1º ao 5º ano. De acordo com o projeto, a nova escola contará com oito salas de aula, quadra poliesportiva, refeitório, laboratório e sala de estudo. O deputado César Pires conheceu o local da obra, em sua visita ao município no início deste mês.

“Com menos de cinco meses do seu primeiro mandato, o prefeito Accioly já conquistou importantes avanços em setores essenciais, como Educação e Saúde. Tenho orgulho de ter apoiado a sua eleição e reafirmo o compromisso de ser parceiro da sua administração para que São Raimundo das Mangabeiras receba muitos outros benefícios, principalmente na área educacional”, enfatizou César Pires. O deputado ressalta que, com trabalho e responsabilidade com a coisa pública, a população é quem ganha.

Accioly Cardoso adiantou que a escola estará aberta para atender a todos os alunos de São Raimundo das Mangabeiras. O município conta com uma rede formada por 25 escolas, incluindo as da zona rural. O prefeito informa que em janeiro, quando assumiu o cargo, encontrou as escolas em estado físico lastimável. Ele garantiu que abrirá licitação ainda este mês para reformar todas as escolas, melhorando as condições sanitárias para receber os alunos que optarem pelo ensino presencial.  O município retoma atividades de maneira híbrida em agosto.

Arraiá do Povo em Casa

TV Assembleia abre segunda edição a partir desta quinta com apresentações inéditas

O Boi de Itapera está na programação do “Arraiá do Povo em Casa”, que será transmitido pela TV Assembleia a partir desta quinta (Elias Auê \ Agência Assembleia)

Chegou a hora de guarnicê. Vai começar a festança do “Arraiá do Povo em Casa”. A segunda edição do evento realizado pela TV Assembleia acontece nesta quinta-feira (24), Dia de São João; na sexta (25) e sábado (26), com apresentações inéditas transmitidas ao vivo pela TV Assembleia (canal aberto 9.2), Youtube da emissora (tvassembleiama), Insta e Face, a partir das 19h. 

Os amantes das brincadeiras vão poder matar a saudade acompanhando de casa as apresentações dos tradicionais grupos folclóricos do São João maranhense.

Por conta da pandemia, que exige o distanciamento social, a intenção da Assembleia Legislativa, que já realiza um dos mais consagrados arraiais do Maranhão, é manter acesa a chama da tradição de uma das festas mais populares do Brasil.

A Dança Portuguesa Arte e Beleza de Portugal vai encantar os telespectadores com a beleza de sua coreografia e indumentária (Elias Auê / Agência Assembleia)

O diretor de Comunicação da Assembleia, jornalista Edwin Jinkings, afirmou que as expectativas para a segunda edição do “Arraiá do Povo em Casa” são as melhores possíveis e que tudo está sendo preparado com muito carinho para os três dias de transmissão.

“É a nossa forma de manter acesa a chama junina que existe em cada maranhense apaixonado pelo São João. Mesmo com a vacinação em andamento, continuam as medidas restritivas, o que nos leva a buscar soluções criativas. Por isso, diante do sucesso que foi o “Arraiá do Povo em Casa”, no ano passado, decidimos realizar essa nova edição já que ainda não é possível guarnicermos novamente ao vivo na grande festa junina que a Casa do Povo sempre faz”, disse Jinkings.

As matracas do Boi da Pindoba vão ecoar na festança junina do “Arraiá do Povo em Casa” (Elias Auê / Agência Assembleia)

Alegria

Em casa, as pessoas vão poder arrastar o sofá e dançar com as mais de 20 atrações. O propósito é levar toda a alegria das matracas, os sotaques marcantes e cadenciados dos nossos bois, o ritmo contagiante das danças tradicionais e todo o brilho que faz do São João do Maranhão o melhor e mais diversificado do Brasil.

Para conferir um brilho todo especial à segunda edição do “Arraial do Povo em Casa”, foi montado um cenário junino no prédio do Complexo de Comunicação, de onde serão transmitidas as brincadeiras. Durante a exibição, os apresentadores farão, ao vivo, a interação com os internautas nas redes sociais, usando a hashtag #ArraiáDoPovoEmCasa. Também será disponibilizado um contato via whatsApp (98 9972-6181) para o envio de vídeos e mensagens de texto. 

Veja a programação completa

QUINTA

Boi de Morros
Cacuriá de Dona Teté
Boi de Nina Rodrigues
Boi de Santa Fé
Boi da Maioba
Tambor de Crioula de Leonardo


SEXTA 

Boi Pirilampo
Dança Portuguesa Arte e Beleza de Portugal
Boi Novilho Branco
Boi Unidão da Baixada
Boi de Ribamar
Boi de Itapera

SÁBADO

Boi de Sonhos
Boi da Pindoba
Boi da Lua
Quadrilha Mocinha do Sertão
Boi de Maracanã
Boi Brilho da Ilha
Boi Bairro de Fátima

Tratamento Precoce

Estudo de Oxford testa ivermectina contra o novo coronavírus

Estudo elaborado na Universidade de Oxford mostrou que o uso antecipado do medicamento antiparasitário pode reduzir a carga viral da Covid-19

A Universidade de Oxford informou nesta segunda-feira (21) que está estudando o uso do medicamento ivermectina como tratamento possível para o novo coronavírus.

Apoiado pelo governo de Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, o estudo visa ajudar na recuperação de pacientes con covid-19 não hospitalizados, cujo remédio provocou redução de replicação do patógeno em estudos laboratoriais. O levantamento mostrou que administrar o medicamento de forma antecipada pode diminuir a carga viral do microorganismo, além da duração dos sintomas em alguns pacientes da doença com quadros leves.

Em alguns países, a ivermectina está sendo utilizada como atendimento imediato nos dias atuais.