Notícias
Covid-19

Brasil recebe segunda remessa de vacinas para crianças

Segundo lote chegou nesse domingo ao aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), onde foram recebidas 1,2 milhão de doses do imunizante Pfizer.

O Ministério da Saúde confirmou o recebimento da segunda remessa de vacinas para aplicação em crianças entre 5 e 11 anos, nesse domingo (16).

Conforme o secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, a remessa mais recente estava prevista para chegar ao país apenas em 20 de janeiro, mas foi antecipada e, desta vez, foram recebidas 1,2 milhão de doses do imunizante Pfizer. No próximo dia 27, está prevista a chegada de mais 1,8 milhão de doses.

“Para a imunização desse público [entre 5 e 11 anos] será necessária a autorização dos pais. No caso da presença dos responsáveis no ato da vacinação, haverá dispensa do termo por escrito. A orientação da pasta é que os pais ou responsáveis procurem a recomendação prévia de um médico antes da imunização”, afirmou o Ministério da Saúde.

A orientação do Ministério é que os pais ou responsáveis do público pediátrico procurem a recomendação prévia de um médico antes da imunização. O esquema vacinal para crianças de 5 a 11 ans é composto por duas doses com intervalo de oito meses entre a D1 e D2.

VÍRUS

Deputado Yglésio diz que Passaporte vacinal pra ômicron é inútil

Parlamentar diz que falta do componente pulmonar inflamatório e da trombose se trata de mutação significativa em direção à um vírus de gripe comum.

O deputado estadual e médico Yglésio Moyses, afirmou por meio de suas redes sociais que dentro de alguns meses a Organização Mundial de Saúde (OMS) deve reclassificar a variante ômicron e que a adoção do passaporte vacinal por contra da variante é inútil.

“Passaporte vacinal pra ômicron é completamente inútil com as atuais vacinas que chegam ao Brasil, que protegem apenas 30%. Se alguém deixar uma janela ou porta de casa 70% aberta, quem duvida que não vai haver um roubo?”, afirmou o parlamentar, alegando que, com a com a ausência do componente pulmonar inflamatório e da trombose não vai mostrar covid clássica. Logo, é inegável que se trata de mutação significativa em direção à um vírus de gripe comum.

“Em alguns meses, os cientistas da OMS vão reclassificar a variante ômicron como uma causadora de síndrome respiratória superior específica ou chamá-la de covid-21,ao invés de covid-19. A ausência do componente pulmonar inflamatório e da trombose não vai mostrar covid clássica. É inegável que se trata de mutação significativa em direção à um vírus de gripe comum. A Espanha adotou as medidas corretas e deve passar a tratar da covid como uma gripe simples e suas condições de isolamento reduzidas”, disse Yglésio Moyses.

Covid-19

Prefeitura de Ribamar inicia hoje vacinação de crianças

Público infantil deve comparecer acompanhado dos pais, com certidão de nascimento ou RG e documento que comprove a deficiência ou comorbidade.

A Prefeitura de São José de Rimabar começa a vacinar crianças de 5 a 11 anos nesta segunda-feira (17).

Nesta primeira etapa, serrá imunizado o público infantil com as seguintes comorbidades ou deficiências: Implantados; Talassemia; Síndrome de Down; Diabetes Mellitus; Pneumopatias crônicas graves; Hipertensão arterial; Doença cerebrovascular Insuficiência cardíaca; cardíaca; Cor pulmonale; Hipertensão pulmonar; Cardiopatia hipertensiva; Valvopatias; Miocardiopatias e pericardiopatias; Doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas; Arritmias cardíacas; Próteses valvares e dispositivos cardíacos; Doença renal crônica; Imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos) Anemia falciforme; Obesidade mórbida; Cirrose hepática; HIV; Deficiência física; Neurodiversos (TDAH, TEA e deficiência Intelectual).

As crianças devem comparecer portando certidão de nascimento ou RG e documento médico que comprove a deficiência ou comorbidade, acompanhadas dos pais ou responsáveis. Neste primeiro momento, a imunização acontecerá de segunda a sexta, 8h às 17h, no Liceu Ribamarense I, sendo ampliada para outros pontos em breve.

Eleições 2022

Simplicio Araújo garante não abrir mão de disputa ao Governo

O titular da SEINC tem o aval da direção nacional do Solidariedade e já deixou claro que não vai concorrer ao cargo de deputado estadual ou federal.

O secretário de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo (SD), Simplício Araújo, afirmou, no último final de semana, que não tem motivos para retirar seu nome da pré-campanha ao Governo do Estado.

O boato começou a circular após o anúncio da desistência da pré-candidatura de Felipe Camarão (PT), ao Governo do Maranhão. Entretanto, para o presidente do Solidariedade no Maranhão, um filtro natural já está selecionando as pré-candidaturas e é muito provável que outros nomes acabem declinando da disputa rumo ao Palácio dos Leões por diversas questões, desde a inviabilidade eleitoral até mesmo problemas com a Justiça.

O titular da SEINC tem o aval da direção nacional do Solidariedade para concorrer ao Governo do Estado e já deixou claro que não vai concorrer ao cargo de deputado estadual ou federal. Portanto, na avaliação de Simplício Araújo, não faz sentido abrir mão da pré-candidatura de governador.

Imposto

Governadores encerram congelamento do ICMS do combustível

Em reunião do Comitê dos Secretários da Fazenda, a maioria foi contrária à prorrogação dos prazos. A medida não impediu aumento da gasolina e do diesel.

Os governadores decidiram pôr fim no congelamento do ICMS do combustível, após reunião do Comsefaz (Comitê Nacional de Secretários da Fazenda). O anúncio aconteceu hoje e traz impactos diretos no bolso da população.

No fim de outubro, os Estados congelaram o ICMS por 90 dias como forma de contraposição a uma proposta que havia passado pela Câmara na época e estava no Senado que tornaria fixo por um ano a incidência de impostos. Os governadores alegavam que, sendo aprovada, ela poderia levar a uma perda de arrecadação de cerca de de 24 bilhões de reais.

A medida em vigor, que tem efeito por três meses, de novembro a janeiro, foi tomada em outubro para aliviar o preço pago pelo produto nas nas bombas de gasolina. Entretanto, depois de um novo aumento confirmado pela Petrobras nessa quarta (12), de 4,85% na gasolina e 8,08% no óleo diesel, a maioria dos governos estaduais se manifestou favorável a não prorrogar o congelamento da cobrança de ICMS sobre os combustíveis.

A justificativa dos governadores é por entenderem que o presidente Jair Bolsonaro não demonstrou abertura para dialogar sobre a disparada dos preços dos combustíveis.

Covid-19

Vereador Marquinhos é contra passaporte vacinal de crianças

Parlamentar garante que vai apresentar projeto de lei que impede criação de passaporte da vacina para público infantil em São Luís.

O vereador Marquinhos (DEM) vai apresentar um projeto de lei que visa garantir a não obrigatoriedade de pais ou responsáveis de vacinarem seus filhos entre 5 e 11 anos para ter acesso a escola e demais espaços públicos e privados.

De acordo com o parlamentar, é um verdadeiro absurdo criar um passaporte de vacina para crianças entre 5 e 11 anos. O vereador considera que, caso isso ocorra, muitas crianças serão prejudicadas, assim como pode ocorrer até uma segregação entre imunizados e não vacinados.

Marquinhos recorda é muito prematuro iniciar a vacinação em crianças já que a vacina ainda está em caráter experimental.

Eleições 2022

Camarão desiste de candidatura e emite carta dizendo o óbvio

Secretário disponibilizou seu nome, mas foi abafado pelo próprio Palácio dos Leões que agora apoia Carlos Brandão, o candidato de Flávio Dino.

O secretário estadual de Educação, Felipe Camarão (PT), anunciou, nesta sexta (14), sua desistência na disputa rumo ao Governo do Maranhão.

O titular da SEDUC vai buscar uma eventual candidatura à Câmara Federal, mas já ensaia a tentativa de compor chapa como vice na candidatura de Carlos Brandão (PSDB) à sucessão do governador Flávio Dino (PSB).

Em carta ao PT do Maranhão, Camarão apenas afirmou algo que já poderia ter sido lançado desde o fim do ano passado, revelando sua retirada na pré-candidatura ao Palácio dos Leões em virtude da atual conjuntura política vivenciada no estado.

“[…] pela minha posição de aliado do governador Flávio Dino, que já apresentou o nome do vice-governador Carlos Brandão como sua escolha pessoal para a sucessão no Governo do Maranhão e, neste sentido, não há como ser aliado e adversário ao mesmo tempo, venho manifestar, através desta carta, minha decisão de retirar minha candidatura ao Governo do Estado, no pleito de 2022”.

ELEIÇÕES 2022

Brandão retoma agenda política durante crise de desalojados

Vice voltou a se reunir com prefeitos e lideranças políticas e não abre mão de pré-campanha eleitoral, enquanto o povo sofre com os desastres climáticos.

O vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSDB), retomou sua agenda política que havia sido interrompida por conta das enchentes dos rios Tocantins e Mirador, que tem deixado milhares de famílias desabrigadas.

O mais recente encontro foi com o prefeito de Palmeirândia, Edilson Alvorada. Em suas redes sociais, Brandão afirmou que foi realizado um balanço das ações do Governo do Estado em parceria com a prefeitura, a exemplo da pavimentação de ruas, Praça da Família e outras.

“Mais obras serão realizadas na cidade e vamos garantir avanços em diversas áreas”, afirmou o vice-governador.

Acontece que, nos primeiros dias de 2022, enquanto o Maranhão já enfrentava terríveis inundações, o tucano passava férias nos Estados Unidos. Na segunda (3), o governador Flávio Dino testou positivo para a Covid-19 e teve que cumprir isolamento.

Carlos Brandão, no entanto, retornou dos EUA somente por volta da quinta (6), deixando o Estado sem comando total para resolver os problemas urgentes no início do ano.

Logo, os moradores de municípios como Imperatriz e Mirador seguiam há quase uma semana contabilizando os prejuízos que tiveram devido às enchentes, sendo obrigados a esperar o término das férias de Brandão no exterior para receberem uma efetiva ajuda do Governo do Maranhão.

No fim deste mês, Flávio Dino deve confirmar seu apoio ao vice-governador na disputa pela própria sucessão. Mas, segundo informações, o socialista espera sentar com o Brandão para definir quais espaços deve ter no governo de transição a ser iniciado em abril, cujo método seria uma maneira de garantir estrutura para candidatura própria rumo ao Senado e dos secretários que deixarão o governo para concorrer às vagas na Câmara e Assembleia.

É esperado que, a partir de primeiro de abril, Dino faça mudanças nas secretarias e mantenha posse de pastas como a Secom, Secid, Casa Civil e Saúde do governo Brandão.

GOVERNO FEDERAL

União regulariza propriedades em Grajaú e Itaipava do Grajaú

Programa Pró-Moradia poderá captar R$ 10 milhões e beneficiará quase 3,5 mil famílias de baixa renda das cidades maranhenses.

O Ministério do Desenvolvimento Regional selecionou três projetos dos municípios de Grajaú e Itaipava do Grajaú para financiamento de ações nesses assentamentos e regularizar moradias de quase 3,5 mil famílias de baixa renda.

O ministro substituto do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, ressaltou a relevância e o alcance do Programa Pró-Moradia, iniciativa federal que autoriza várias ações voltadas à habitação de interesse social.

“Trata-se do Programa Pró-Moradia, integrante do Casa Verde e Amarela, que admite propostas de forma contínua não só para regularização fundiária, mas também para obras de urbanização de assentamentos precários e produção habitacional para as famílias que mais precisam”, afirmou.

Propostas selecionadas

A cidade de Grajaú teve duas propostas selecionadas pelo ministério. Na área chamada de Vilinha, onde moram cerca de 2,5 mil famílias,o valor de financiamento aprovado foi de R$ 4,9 milhões. Na área conhecida como Villa Progresso, lugar com mais de 10 anos de ocupação e que 1,8 mil famílias residem no assentamento, o valor aprovado foi de R$ 3,5 milhões.

Já no assentamento Bairro Novo, em Itaipava do Grajaú, Cerca de 300 famílias moram no local há mais de 10 anos, cujo valor de financiamento autorizado foi de R$ 1,3 milhão. A proposta busca a regularização fundiária de núcleo urbano informal de interesse público na área denominada Minha Casa, Meu Lar.

Investimentos 

A composição do investimento nos três projetos estima diversas ações, envolvendo assessoria e consultoria técnica, serviços cartográficos, levantamento de dados, aquisição de equipamentos de topografia, elaboração de projetos de infraestrutura, treinamento de servidores municipais e trabalho social envolvendo os moradores locais.

O último ato consiste na titulação das famílias com o respectivo registro do parcelamento e dos lotes individuais, que acontece junto ao cartório de registro de imóveis.

Processo seletivo

O processo de seleção das ações nas cidades é contínuo, isto é, as propostas podem ser apresentadas a qualquer momento, através do preenchimento de carta-consulta on-line no Selehab – sistema para cadastramento e seleção de propostas do Programa Casa Verde e Amarela – Pró-Moradia. Hoje em dia, constam 14 propostas pendentes de contratação em análise, no valor de R$ 250,6 milhões.

Pró-Moradia

O Programa da União apoia estados e municípios, através de financiamentos com recursos do FGTS, na execução de empreendimentos e ações de urbanização e regularização de assentamentos precários. Desde 2020, são autorizadas apenas propostas na modalidade Urbanização e Regularização de Assentamentos Precário (UAP), que visam melhorar as condições de moradia em favelas, loteamentos informais, palafitas, conjuntos habitacionais degradados e cortiços.

Os projetos devem ter valor de financiamento mínimo de R$ 1 milhão e máximo de R$ 50 milhões.

São Luís

Prefeitura divulga critérios para vacinação de crianças

Imunização do público infantil vai começar pelas crianças de 5 a 11 anos que possuírem comorbidades.

A Prefeitura de São Luís divulgou, nesta sexta (14), os critérios para a primeira etapa de vacinação de crianças de 5 a 11 anos.

A imunização do público infantil contra a Covid-19 vai começar por aquelas que possuem comorbidades. Por isso, nesta primeira fase, existe a necessidade de uma receita médica ou laudo de diagnóstico, além da presença dos pais ou responsáveis durante o ato de aplicação das doses.

A expectativa é que o Maranhão deva receber 50 mil doses de vacinas para crianças hoje, porém, ainda não há confirmação de quantas serão repassadas à São Luís através da Secretaria de Estado da Saúde (SES/MA).

Assim que iniciar a vacinação, podem ser imunizadas as crianças no Centro de Vacinação do SEBRAE, UFMA, IFMA Maracanã e Drive Thru do Shopping da Ilha e Drive Thru do Ceuma.

Eleições no Maranhão

Mais de 270 mil eleitores correm risco de terem títulos cancelados

O cancelamento acontece quando a pessoa não vota e não justificou o não-comparecimento nos últimos três turnos consecutivos.

Cerca de 273. 973 eleitores maranhenses podem ser impedidos de votar nas eleições de 2022 devido às pendências na Justiça Eleitoral.

O prazo dado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para evitar o cancelamento do título de eleitor vai até o dia 4 de maio para as pessoas regularizarem a situação. Através do sistema Título Net, podem ser resolvidas pendências como transferência de domicílio eleitoral, quitação de eventuais débitos e justificativa de ausências nas três últimas eleições.

A eleição em primeiro turno ocorrerá no dia 2 de outubro. Caso haja segundo turno, ocorrerá em 30 de outubro de 2022.

POLÍTICAS DE DROGAS

Secretário do Governo do Maranhão defende uso de maconha

Titular da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) falou sobre utilização da planta para fins medicinais.

O secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Francisco Gonçalves, defendeu, nesta semana, o uso da maconha para fins medicinais.

“No Brasil, milhares de pessoas poderão viver melhor, caso o uso medicinal dessa planta seja autorizado. É preciso superar o preconceito e pensar no sofrimento e na cura das pessoas”, disse.

A declaração foi dada durante o lançamento do Plano Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas promovido pelo Governo do Estado e se refere à utilização da planta cannabis sativa, popularmente conhecida como maconha, para cura de doenças.

O Plano Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas propõe uma abordagem centrada nos Direitos Humanos, obedecendo as Diretrizes Internacionais sobre Direitos Humanos e Políticas de Drogas, estruturada pela ONU.

A Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) ajudou na composição do Plano.

ENCHENTES NO MARANHÃO

Ministro da Saúde revela que Flávio Dino não pediu sua ajuda

Marcelo Queiroga alegou que, mesmo com o Maranhão em crise devido às fortes chuvas, ninguém do Governo do Estado procurou o Governo Federal.

Durante conversa com deputados, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que, diante de um cenário de extrema crise com aumento dos casos de Covid, surto de síndromes gripais e cidades inundadas com mais de mil famílias desabrigadas por conta das fortes chuvas, ninguém do governo Flávio Dino o procurou para pedir ajuda.

“Nem sabia que o Maranhão estava com situação grave de enchentes”, disse o ministro em uma conversa com parlamentares.

Como se não bastasse a necessidade de aumentar investimentos em política públicas e elaboração de projetos, execução de obras, reformas, ampliação e melhoria de moradia, executada com boa arquitetura no Maranhão, é imperativo ressaltar que, em mais de sete anos de gestão de Flávio Dino, inexistiu o planejamento aos municípios para os cíclicos períodos de chuvas torrenciais para os quais muitas cidades não estão preparadas.

A questão ambiental no Brasil é um problema de Estado e de soberania nacional. Se vamos enfrentá-la seriamente, o Governo do Maranhão deveria, no mínimo, honrar os princípios fundamentais da administração pública e agir com legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.

Entretanto, não é supresa para ninguém que a gestão Dino prefere manter guerra contra o Governo Federal, fazendo prevalecer suas respectivas ideologias em detrimento do sofrimento do povo.

2022: o ano da censura

Twitter suspende conta do empresário Luciano Hang

Conservadores esperam aumento da perseguição nas redes sociais com a proximidade das eleições. Ação contra Hang foi a primeira de uma série de ataques contra a liberdade de expressão

O Twitter suspendeu nesta semana a conta do empresário conservador e dono das Lojas Havan, Luciano Hang. Segundo a plataforma, a suspensão da conta ocorreu mediante decisão judicial. Esta é a segunda vez que Hang é bloqueado pela plataforma.

A conta de Hang tinha mais de tinha mais de 256 mil seguidores. Ela fora criada para driblar outra decisão judicial do ministro Alexandre de Moraes que obrigava o Twitter, o Facebook e o Instagram a suspenderem os perfis do empresário.

A perseguição política e a censura contra Hang acontecem desde 2020, quando ele foi inserido no famigerado Inquérito das Fake News.

Com a proximidade das eleições, conservadores esperam que seja intensificada a censura por meio de perseguição jurídica. Nos últimos anos a disparidade entre decisões desfavoráveis entre conservadores e comunistas no Brasil é gritante. Enquanto grande parte dos influenciadores conservadores já sofreu algum tipo de sanção jurídica, ou das próprias plataformas, são raros os casos de comunistas e esquerdistas que tenham sofrido algum tipo de retaliação.

Bem-vindos a 2022, o ano da censura.

Covid-19

Brasil recebe primeiro lote da vacina Pfizer para crianças

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), o Brasil tem cerca de 20,5 milhões de crianças na faixa etária de 5 a 11 anos.

O Brasil recebeu, nesta quinta (13) , a remessa com 1,248 milhão de doses referente ao primeiro lote da vacina Pfizer contra o novo coronavírus para crianças de 5 a 11 anos. O total de vacinas previstas para chegar neste mês deve passar de 3,7 milhões para 4,3 milhões.

Desde o dia 16 de dezembro, a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a vacinação do público infantil. Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), o Brasil tem cerca de 20,5 milhões de crianças na faixa etária de 5 a 11 anos.

Agora, cabe aos responsáveis aplicar ou não as doses.