Linhares Jr.

Notícias

Antes de censurar Bolsonaro, Twitter deixou ator pregar assassinato na plataforma

Fernando Caruso, ator da Globo, sugeriu que 20 maiores riquezas do país fossem confiscadas após o assassinato de proprietários
Continuar lendo
Fascismo

Flávio Dino chama adversários de “doença” que deve ser extirpada

Comunista declarou guerra a quem votou em Bolsonaro em entrevista. Operação da polícia no estado faz apreensão de veículos, celulares e conta até com helicóptero
Continuar lendo

Ativismo jurídico

Juiz que proibiu carreata no MA infringiu Constituição e resolução do CNJ

Douglas de Melo Martins proibiu manifestação de pensamento e ainda desprezou resolução do CNJ ao gabar-se da decisão nas redes sociais
Continuar lendo

Atriz da Globo diz “torcer” pelo coronavírus em artigo

Fernanda Torres diz com todas as palavras em artigo que “torce” pelos efeitos do coronavírus e espera que estrago causado pelo vírus faça “ressurgir o centro”.
Continuar lendo

O exemplo dos deputados gaúchos para o Brasil

Parlamentares suspenderam diárias, cortaram verbas de gabinete e devolveram R$ 30 milhões ao Executivo para combate ao coronavírus
Continuar lendo

Informação

Os números da pandemia no mundo em tempo real

Clicando neste LINK você terá acesso em TEMPO REAL do número de casos confirmados, mortes, casos curados e países em que a pandemia se alastrou.
Ironia da vida

Primeira medida econômica séria de Flávio Dino é de um sarney

Você não vai ver nas reportagens nem nos discursos do governador, mas diminuição de impostos para álcool em gel, álcool 70% e itens semelhantes partiu de Adriano Sarney
Continuar lendo
comunismo

China anuncia expulsão em massa de jornalistas

A China anunciou a revogação das credenciais de imprensa de todos jornalistas americanos que trabalham para três grandes jornais dos EUA.

Profissionais que trabalhem no The Wall Street Journal, no New York Times e no Washington Post, cujas credenciais de imprensa expiram até o final do ano, que devolvam suas credenciais em até 10 dias corridos.

Os repórteres afetados não poderão atuar de nenhum lugar da China, incluindo os territórios semi-autônomos de Hong Kong e Macau, disse o comunicado do Ministério.

Esse é o mais recente passo de Pequim para punir os EUA pela cobertura sobre a pandemia global do coronavírus, cuja origem remonta a Wuhan, na China.

Reação dos EUA

“A decisão do Partido Comunista Chinês de expulsar jornalistas da China e Hong Kong é mais um passo para privar o povo chinês e o mundo do acesso a informações verdadeiras sobre a China”, twittou o Conselho de Segurança Nacional.NSC✔@WHNSC

Recentemente a administração de Donald Trump determinou que a China retirasse 60 de seus cidadãos alocados em empresas de comunicação do Partido Comunista Chinês dos Estados Unidos após 3 jornalistas americanos terem sido expulsos da China no mês passado.