Dezenas de estudantes tiveram que ser hospitalizados no interior do Maranhão após comerem, segundo relatos deles mesmos, feijoada com gosto ruim e péssimo cheiro. Programa Escola Digna é tratado como um dos sucessos do atual governo.

Vários alunos da escola estadual Centro Educa Mais Anna Bernardes foram parar no hospital após comerem merenda escolar estragada no Maranhão. O caso aconteceu em Timon e atingiu dezenas de alunos que tiveram que ser atendidos às pressas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Todos os alunos atendidos apresentaram sintomas de intoxicação alimentar, como fortes dores de barriga e vômito. O caso foi registrado nesta quinta (22 de setembro).

Os estudantes divulgaram áudios nas redes sociais em que afirmaram que a merenda servida pela Secretaria de Educação do Estado do Maranhão tinha gosto ruim e com mal cheiro. Assim que comeram a merenda, os alunos imediatamente apresentaram os sintomas.

Vídeos mostram os alunos sendo atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel (SAMU). Alguns deles precisaram sair de maca da escola e há alunos internados com intoxicação alimentar em um hospital da região.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ainda na unidade de ensino, o Samu realizou a assistência dos 20 alunos, e 7 deles foram conduzidos na ambulância ao Hospital Municipal do Parque Alvorada (HPA) e à Unidade de Pronto Atendimento (UPA).