China anunciou nesta 6ª feira (05/08) que realizou “com sucesso” exercícios militares ao redor da ilha de Taiwan.

O governo da China anunciou nesta sexta (05/08) que lançou mísseis de alta precisão no espaço aéreo e no mar ao redor de Taiwan. Além demostrar a grande capacidade combativa, a ação do Ministério da Defesa chinês é uma resposta à visita da presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, a presidente da Taiwan, Tsai Ing-wen, na terça (02/08).

Segundo a Defesa da China, a atividade mostra que o exército é plenamente determinado, capaz de salvaguardar a unidade da pátria, a soberania nacional e a integridade territorial”.

A emissora estatal chinesa CCTV afirma que os ataques devem se estender até domingo (07/08).

Taiwan implantou sistemas de mísseis para rastrear atividade da força aérea chinesa. Navios da marinha taiwanesa também monitoram as atividades na região. Além disso, o governo taiwanês também informou que seus sites têm sido alvos de hackers.

O Partido Democrático Progressista de Taiwan classificou a iniciativa chinesa como “irresponsável e ilegítima”.