A ação apontou que o dinheiro do auxílio emergencial de pelo menos 51 contas foi desviado pelos investigados por meio pagamentos de boletos e transações bancárias.

Nesta terça (20/07), o mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça Federal foi cumprido pela Polícia Federal na cidade de Imperatriz para apurar fraudes no Auxílio Emergencial no Maranhão.

A ação apontou que o dinheiro do auxílio emergencial de pelo menos 51 contas, entre 30/05/2020 a 11/06/2020, foi desviado pelos investigados por meio pagamentos de boletos e transações bancárias. Inclusive, os suspeitos utilizavam RG falso para realizar as fraudes contra à União. O valor fraudado chega a R$ 41.235,39 (quarenta e um mil e duzentos e trinta e cinco reais e trinta e nove centavos).

As denúncias foram comunicadas à Base Nacional de Fraudes ao Auxílio Emergencial – BNFAE.

Diversos aparelhos de celular, notebook, cartões bancários em nome de terceiros, e alguns documentos de identidade falsos e R$ 29.000,00 (vinte e nove mil reais) em dinheio foram encontrados pela polícia durante cumprimento do madado de busca e apreensão expedido pela Justiça Federal.

O grupo envolvido pode responder pelos crimes de furto mediante fraude, estelionato, falsidade ideológica e uso de documento falso, entre outros que porventura estejam conexos.