Segundo inquérito, o ex-gestor comenteu supostas irregularidades na prestação de contas dos repasses Funndo a Fundo da Secretária Estadual de Saúde.

O período de 2017-2020 a prefeitura de São Francisco do Brejão foi comadada por Adão de Sousa Carneiro. Neste período, segundo inquérito, o ex-gestor comenteu supostas irregularidades na prestação de contas dos repasses fundo a fundo da Secretária Estadual de Saúde.

Fundo a Fundo é um instrumento que se caracteriza pelo repasse direto de recursos provenientes de fundos da esfera federal para fundos da esfera estadual, municipal e do Distrito Federal, dispensando a celebração de convênios

A investigação aponta que o valor de R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais) “não foi praticado o ato de oficio quanto a prestação de contas”. A promotora Glauce Mara Lima Malheiros, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Açailândia, acolheu a representação contra o ex-gestor, considerando que o prazo de tramitação da Notícia da Fato expirou, e para dar seguimento as investigações abriu inquérito civil.

Após notificação do órgão ministerial não respondida, a promotora solicitou que o ex-prefeito fosse novamente notificado para prestar as devidas informações acerca da denúncia e concedeu novo prazo de dez dias para esclarecimento dos fatos.