Manifestantes apoiados pelo deputado partiram para cima de policiais e, por muito pouco, avenida Marechal Castelo Branco não foi palco de uma tragédia.

Na manhã desta segunda (04 de junho) um pequeno grupo de vigilantes decidiu bloquear a avenida Marechal Castelo Branco em São Luís. Com a chegada da Polícia Militar para o desbloqueio da via, os manifestantes partiram para cima da polícia e, por muito pouco, o pior não aconteceu. O ato recebeu o apoio do deputado Duarte Jr (PSB) em suas redes sociais.

CAUSA CERTA, LUGAR ERRADO

Os vigilantes em questão trabalham para a empresa Transporter Vigilância. Eles alegam estar há 3 meses sem receber salário. A empresa presta serviço para a Prefeitura Municipal de São Luís. não há vínculo empregatício entre prefeitura e vigilantes, mas um contrato com a terceirizada.

A situação dos trabalhadores já é de conhecimento do Ministério Público do Trabalho que está mediando uma solução. As obrigações contratuais entre Prefeitura e empresa estão sendo cumpridas. Dessa forma, a falta de pagamento se dá por questões da empresa, não por culpa da Prefeitura.

Daí a estranheza pelo protesto, ao invés de ser realizado na empresa, ter sido convocado para a porta da Secretaria Municipal de Educação. E pior inda: bloqueando o trânsito em uma das principais avenidas de São Luís.

OPORTUNISTA

O deputado estadual Duarte Jr tem sido presença garantida em todos os movimentos que visam tumultuar o funcionamento da Prefeitura de São Luís. A participação do deputado pode ter sido observada nas greves de ônibus e professores. O apoio declarado ao bloqueio que aconteceu na amanhã de hoje coloca o deputado, mais uma vez, em posição delicada.

TRAGÉDIA EVITADA

Com a chegada da PM, vigilantes reagiram à tentativa de desbloqueio da via e partiram para cima dos agentes de segurança. Por conta da paciência dos agentes o pior não aconteceu.

Pouco tempo depois do embate, a vida foi desbloqueada. Por muito pouco a ação apoiada pelo deputado Duarte Jr não resultou em uma tragédia.