De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva, apenas 47% da população brasileira pertence à classe média tradicional considerando famílias com renda mensal por pessoa de R$ 667,87 a R$ 3.755,76.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nos últimos meses criticou a classe brasileira por “ostentar um padrão de vida acima do necessário”. Nesta semana, nos dois dias em que passou em Brasília para contatos políticos, o ex-presidente Lula se hospedou na melhor suíte presidencial do hotel de luxo Meliá, reservado na internet por uma diária de R$ 6 mil.

De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva, apenas 47% da população brasileira pertence à classe média tradicional considerando famílias com renda mensal por pessoa de R$ 667,87 a R$ 3.755,76.

A suíte que Lula se hospedou é oferecida a preço cheio por R$ 9,2 mil, sem o desconto da internet. Segundo o hotel, o lugar é destinado para hóspedes que vão se “sentir especiais”. O hotel tem outras duas opções de suítes presidenciais que custam cerca de R$ 4 mil. Além das suítes presidenciais, o hotel tem ainda outros apartamentos menores que custam entre R$ 1 mil e R$ 1,2 mil.

A conta da hospedagem deve sair do Fundo Partidário. A socióloga Rosângela Silva, mulher de Lula, conhecida como Janja, se hospedou com o ex-presidente.

Ouvida pelo Estadão, a assessoria do PT informou que “providencia locais de hospedagem capazes de atender também a sua [de Lula] equipe de apoio e os dirigentes políticos que o acompanham em suas agendas, com instalações adequadas para receber convidados e realizar reuniões”.

“Todas as despesas relacionadas aos deslocamentos de seu presidente de honra são realizadas pelo PT conforme a lei e rigorosamente informadas à Justiça Eleitoral, que as divulga”, complementa a nota do PT.