Yglésio afirmou que as mesmas famílias beneficiadas em um concurso público realizado em Paço do Lumiar, desta vez, foram atendidas no certame da Assembleia.

Uma suposta fraude operada por uma quadrilha no concurso público da Assembleia Legislativa do Maranhão foi denunciada pelo deputado Yglésio Moisés (PROS), em publicação em suas redes sociais, na tarde desta terça ( 14 de junho).


“Parece que a quadrilha da fraude dos ‘concursos’ voltou a atacar. Inadmissível. Inadmissível. Inadmissível. Genro de desembargadora, esposa de advogado de alto coturno na cidade, irmão de ex-prefeita. Desrespeito gritante. Maranhão condenado”, postou o deputado Yglésio Moisés.


Yglésio afirmou que as mesmas famílias beneficiadas em um concurso público realizado em Paço do Lumiar, desta vez, foram atendidas no certame da Assembleia. “Em comum, uma conhecida fraudadora de concursos chamada Elmira, e muito provavelmente um advogado”, declarou.


O deputado não deu detalhes sobre como funcionaria o suposto esquema, apenas afirmou que está tomando as medidas necessárias: “Aqui na Assembleia não ficarão sem resposta! Estou analisando nome a nome, foram as mesmas famílias e nomes beneficiados”, publicou o parlamentar.


As provas objetivas do concurso público da Assembleia Legislativa do Maranhão para provimento de cargos do quadro de pessoal foram realizadas no dia 1º de maio, em mais de 20 locais, entre escolas e universidades de São Luís.


O blog aguarda pronunciamento da Assembleia Legislativa sobre as declarações do deputado.