União Europeia deve passar por uma reforma antes de admitir novos países, como alterar suas regras de votação e promover mudanças na política externa.

Nesta quinta (23/06), a União Europeia oficializou o status da Ucrânia como candidata a entrar no bloco econômico.

Mediante a invasão russa, o processo de candidatura da Ucrânia foi acelerado. Além do país ucraniano, a Moldávia foi confirmada oficialmente como candidata enquanto que a Geórgia foi deixada na lista de espera.

A decisão, segundo o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, é “histórica”.