Sondagem da Folha de São Paulo mostra que arco de alianças deve garantir a Bolsonaro o apoio de 1.502. Petista tem hoje apenas 602.

Levantamento do jornal Folha de São Paulo mostra que o presidente Jair Bolsonaro (PL) terá a preferência entre os prefeitos do país nas eleições de outubro. Segundo os números, o direitista possui 1.502 gestores municipais no seu arco de aliança. Já o petista possui 620. A diferença percentual é de 142,26%, o que indica mais do que o dobro.

Além de perder em apoio de prefeitos para Bolsonaro, Lula também terá menos apoio que a candidata Simone Tebet (MDB). Em seu arco, a emedebista conta com influência em 1435 cidades. Ciro Gomes (PDT) pode contar com 311 e Luciano Bivar (União) com 551.

A dificuldade do petista em ter prefeitos ligados diretamente em sua coligação se explica pela baixa efetividade dos partidos de extrema esquerda em eleições municipais. Atualmente Lula tem em seu arco de alianças apenas partidos de extrema esquerda, como PSOL, PCdoB, Solidariedade, PV e PSB.

Os números refletem a dificuldade de Lula para construir uma coligação expressiva como em eleições passadas. Entre os 10 maiores partidos do congresso, Lula conta com o apoio apenas de 2 (PT/3º e PSB/8º). Bolsonaro possui apoio de 3 (PL/1º, PP/2º e Republicanos/6º). Luciano Bivar tem 1 (União/4º). Ciro Gomes também 1 (PDT/10º). Já Simone Tebet tem o apoio de 2 (MDB/7º e PSDB/9º). O PSD, que ocupa o 5º lugar, ainda não decidiu que rumo deve tomar.