Há quatro meses das eleições e o pleito cada vez mais perto, Brandão passou um mês praticamente fora e abriu espaço para crescimento dos adversários.

A Pesquisa Escutec/Grupo Mirante de intenções de votos para o Governo do Maranhão mostra a situação delicada de Carlos Brandão.

Há quatro meses das eleições e o pleito cada vez mais perto, Brandão passou um mês praticamente fora do debate eleitoral em virtude de sua internação em São Paulo para uma cirurgia, o que abriu espaço para crescimento dos adversários.

Segundo a Escutec Inteligência, tanto Weverton quanto Brandão cresceram acima da margem de erro, de 2,19 pontos percentuais – para mais, ou para menos -, com o candidato do PSB chegando a 27% no cenário estimulado, contra 23% do pedetista.

Já na terceira colocação, a pesquisa divulgada em maio apontava o ex-prefeito de São Luís com 12% enquanto que o ex-comandante de São Pedro dos Crentes vinha com 11%. Agora, no mesmo cenário estimulado, Lahésio Bonfim (PSC) ocupa a terceira colocação com 15%, desbancando Edivaldo Holanda Júnior (PSD), que aparece com 11%.

O pré-candidato do Solidariedade, Simplício Araújo, saiu de 2% para 3%. Hertz Dias (PSTU) e Enilton Rodrigues (PSOL) estão empatados com 1%. Desta forma, o único a oscilar negativamente entre os líderes foi o ex-prefeito de São Luís.

Outros 8% dos 2 mil entrevistados disseram votar em branco, nulo, ou em nenhum dos candidatos apresentados, e 11% não sabem, ou não responderam.

A pesquisa foi realizada em 70 municípios do Maranhão, entre os dias 11 e 16 de junho, e registrada na Justiça Eleitoral sob o número MA-05721/2022. O nível de confiança é de 95%.

Confira:

Carlos Brandão (PSB) – 27%
Weverton Rocha (PDT) – 23%
Lahésio Bonfim (PSC) – 15%
Edivaldo Holanda Júnior (PSD) – 11%
Simplício Araújo (Solidariedade) – 3%
Enílton Rodrigues (PSOL) – 1%
Hertz Dias (PSTU) – 1%
Brancos/Nulos/Nenhum deles – 8%
Nào sabem/Não responderam – 11%