A previsão é que todo dinheiro arrecadado com os convites seja doado para a campanha petista na disputa eleitoral deste ano. Para gastar nas eleições 2022, o partido comando por Lula tem ainda direito a R$ 503 milhões do Fundo Eleitoral.

Depois de pagarem R$ 20 mil cada um, ao menos 130 empresários e advogados poderão participar de um jantar com Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Geraldo Alckmin (PSB) no próximo domingo, 26, em um restaurante de São Paulo. O encontro, de acordo com o portal Metrópoles, foi organizado pelo grupo de advogados Prerrogativas.

Os convites comprados por advogados e empresários fazem parte de uma cota extra. No começo do mês, os bilhetes mais baratos custavam R$ 3 mil. A ideia do PT é apresentar aos presentes os planos para um eventual governo.

A previsão é que todo dinheiro arrecadado com os convites seja doado para a campanha petista na disputa eleitoral deste ano. Para gastar nas eleições 2022, o partido comando por Lula tem ainda direito a R$ 503 milhões do Fundo Eleitoral.

Até o momento, nessa pré-campanha, o PT realizou encontros com movimentos sociais. O jantar com Lula e Alckmin será a primeira grande tentativa de aproximação com empresários. Internamente, caberá ao pré-candidato a vice-presidente Alckmin a tentativa de se aproximar do empresariado durante a campanha eleitoral. O ex-tucano, inclusive, já estaria garantido também no Ministério da Agricultura em um eventual retorno do PT ao poder.