Vacinados vão ser identificados com ‘selo’. Adesivo somente será entregue depois da conferência do comprovante de imunização.

A Universidade de Brasília (UnB) vai conceder um adesivo de identificação aos alunos e funcionários vacinados contra a covid-19. Desde fevereiro deste ano, a universidade já exigia o passaporte vacinal de funcionários e alunos.

Para autorizar o ingresso em prédios do campus, o selo deve ser afixado em um documento com foto, o que funcionará como “comprovante da situação vacinal. Adesivo este que é representado por um círculo amarelo com desenho do coronavírus e uma seringa. Ao receber o selo, o estudante ou professor também deverá assinar uma lista, que logo após é direcionada a um comitê.

As orientações foram divulgadas em 28 de abril, seis dias após o Ministério da Saúde decretar o fim da situação de emergência sanitária.