Reajuste de 8,87% vai passar o preço médio do litro vendido para as distribuidoras de R$ 4,51 para R$ 4,91. Gasolina e gás de cozinha não vão mudar.

A Petrobras anunciou nesta segunda (09/05) que vai aumentar o preço do diesel para as distribuidoras. Dessa forma, o preço médio do litro vai passar de R$ 4,51 para R$ 4,91 a partir de amanhã (10/05), um aumento de 8,87%.

Na última semana, o presidente Jair Bolsonaro chamou de “estupro” o lucro da Petrobras, alegando que um novo reajuste “pode quebrar o Brasil”.

“O Brasil, se tiver mais um aumento, pode quebrar o Brasil. E o pessoal da Petrobras não entende, ou não quer entender. A gente sabe que tem leis. Mas a gente apela para a Petrobras que não aumente os preços […] Petrobras, estamos em guerra. […] Não aumente mais o preço dos combustíveis. O lucro de vocês é um estupro, é um absurdo. Vocês não podem aumentar mais os preços dos combustíveis”, afirmou.

De acordo com a petroleira, o diesel não sofria reajuste há 60 dias – desde 11 de março e os preços da gasolina e do gás de cozinha não serão alterados.