Maior clube maranhense assume mais uma vez a vanguarda e deve tornar-se SAF (Sociedade Anônima de Futebol).

O Sampaio Corrêa vive expectativa de se tornar um clube-empresa por meio da Lei da SAF (Sociedade Anônima de Futebol). No próximo dia 28 de maio, o presidente Sergio Frota se reunirá com os membros do Conselho Deliberativo para definir a migração da associação esportiva para estrutura empresarial.

O presidente Tricolor acredita que a implantação da SAF pode ser um instrumento de grande importância para a modernização do clube e avanço de gestão, haja vista que a Lei da SAF, de autoria do senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG) e que teve como relator o parlamentar Carlos Portinho (PL-RJ), ofereceram soluções para questões como tributação (com alíquota simplificada) e proteção de símbolos e tradicionais (ao permitir que associações vetem mudanças drásticas, mesmo com participações minoritárias nas empresas).

O clube ressalta ainda que, nesse primeiro momento, o Sampaio Corrêa será o único acionista da SAF. O Edital com todos os tópicos sobre a criação da Sociedade Anônima de Futebol será debatido com o Conselho Deliberativo na sede do clube, às 9h00.

Depois, será convocada Assembleia Geral, às 10h, em primeira convocação, com a maioria dos seus membros, e às 10h30, em segunda convocação, com qualquer número de presentes, para ratificar a decisão do Conselho Deliberativo.

Confira o edital na íntegra.