O caso pode ser uma resposta à mensagem ameaçadora que ele teria recebido, após ajuda aos ucranianos usando a Internet via satélite de emergência.

Alguns minutos depois de ter publicado sobre suposto recebimento de uma mensagem assustadora na mídia russa, o CEO da Tesla e que recentemente comprou o Twitter, Elon Musk, escreveu: “Se eu morrer em circunstâncias misteriosas, foi bom conhecê-lo”.

Em outros posts, Musk havia relatado sobre recebimento de mensagem ameaçadora:

“A partir do depoimento do comandante capturado da 36ª Brigada de Fuzileiros Navais das Forças Armadas da Ucrânia , coronel Dmitry Kormyankov, verifica-se que os terminais de internet da empresa de satélites Starlink de Elon Musk foram entregues aos militantes do Batalhão Azov nazista e do Exército ucraniano. Fuzileiros navais em Mariupol por helicópteros militares […] Segundo nossas informações, a entrega do equipamento Starlink foi realizada pelo Pentágono […] Elon Musk, portanto, está envolvido no fornecimento de equipamentos de comunicação militar às forças fascistas na Ucrânia. E por isso, Elon, você será responsabilizado como um adulto – não importa o quanto você se faça de bobo”, relatou.

Diante disso, internautas reagiram na seção de comentários. “Não, você não vai morrer. O mundo precisa de você”, disse um usuário. “Você está fazendo inimigos em todo o mundo por fazer a COISA CERTA!” comentou outro fã. “Mantenha-se e fique seguro!”.

O caso indica que o “tuíte” “morrer em circunstâncias misteriosas” pode ser uma resposta à mensagem ameaçadora que Elon Musk teria recebido, haja vista que o bilionário alertou os ucranianos usando a Internet via satélite de emergência que ele presenteou, alegando que há uma “alta” chance de a Rússia tentar espioná-los.