Reajuste de 8,87% vai passar o preço médio do litro vendido para as distribuidoras de R$ 4,51 para R$ 4,91. Gasolina e gás de cozinha não vão mudar.

A partir desta terça (10/05), o preço médio de venda de diesel da Petrobras terá reajuste de 8,87% para as distribuidoras, informou a empresa na manhã de segunda (09/05). Esse é o terceiro aumento do ano e o primeiro do atual presidente da estatal, José Mauro Ferreira Coelho, que tomou posse em 14 de abril. Os preço da gasolina e do gás de botijão não terão alteração.

Ferreira Coelho substituiu Joaquim Silva e Luna no comando da estatal, após o desgaste do ex-presidente da empresa com Jair Bolsonaro justamente por causa da alta dos combustíveis

O litro do diesel passará de R$ 4,51 para R$ 4,91. Com isso, o combustível acumula alta no preço de 47% desde janeiro. O último aumento foi no dia 11 de março, quando o litro do combustível passou de R$ 3,61 para R$ 4,51.

“Com esse movimento, a Petrobras segue outros fornecedores de combustíveis no Brasil que já promoveram ajustes nos seus preços de venda acompanhando os preços de mercado”, disse a estatal em nota.

Segundo a companhia, o aumento anunciado na manhã desta segunda “observou tanto o desalinhamento nos preços quanto a elevada volatilidade no mercado”.