Motivo deve-se a falta de reajuste e acordos não efetivados. A classe alega, ainda, manobras em reuniões feitas com o secretariado do ex-governador.

Na última sexta (8), Policiais Civis se reuniram em assembleia geral e concordaram pela realização de protestos e atos devido a não edição e aprovação da Medida Provisória que previa o reescalonamento da categoria.

Com a decisão, a classe da Polícia Civil garantiu mobilização contra o Governo do Maranhão em todo o estado, cuja comissão deve se reunir nesta segunda (11) para promover uma intensa manifestação e reforçarem o discurso comum em prol da união da categoria.

“Precisamos nos unir neste momento, para mostrar o que fizeram esses governantes que não nos valorizam enquanto profissionais. Homens e mulheres que arriscam suas vidas enquanto eles estão em seus palácios confortáveis.” destacou o presidente do SINPOL-MA Klinger Moura.

A previsão do sindicato é que caravanas de Policiais Civis do interior do estado cheguem para somar nas mobilizações.