“Defendemos liberdade religiosa pra todos, mas não vamos permitir que pessoas inocentes sejam consideradas culpadas”, publicou a parlamentar.

A deputada estadual Mical Damasceno (PSD) informou nesta segunda (25/04) que a informação divulgada na mídia sobre suposto ato de intolerância religiosa contra a Casa Fanti Ashanti é fake news.

Conforme relatado pelo Pastor Charles Douglas, presidente do Ministério Gideões Casa de Oração, a informação de que o grupo de evangélicos se dirigiu até a frente do templo para torná-la alvo de protestos de cunho intolerante contra a tradicional Casa Fanti Ashanti, que é a primeira casa de Candomblé do Maranhão, não é verdadeira.

“Defendemos liberdade religiosa pra todos, mas não vamos permitir que pessoas inocentes sejam consideradas culpadas”, publicou a parlamentar.