Otávio Fakhoury, que é também vice-presidente nacional do PTB, foi condenado a indenizar em R$ 14 mil o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

A juíza Camille Gonçalves Javarine Ferreira, do 6º Juizado Especial Cível de Brasília, condenou o empresário Otávio Fakhoury a indenizar em R$ 14 mil o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

O motivo deve ao fato de Fakhoury, que é também vice-presidente nacional do PTB, ter feito uma publicação no dia 23 de junho de 2021, em sua conta no Twitter, e apelidado o parlamentar.

“Gazela? Você está falando do Randolfe? Só pode ser porque ele que usa máquina pública. Eu pago advogado com recursos próprios e pago custas judiciais também. Ah e outra coisa, meu hormônio chama-se testosterona e sua produção natural nunca foi problema para mim”, escreveu.

Na decisão, a juíza disse que o uso do termo é “injustificável” e acrescentou que o fato do empresário ter repetido a utilização do vocábulo ao responder ao tuíte de uma outra pessoa não tira a responsabilidade dele.