Tucano virá ao Maranhão participar de encontro com a senadora Eliziane Gama. Em novembro ele foi proibido de vir ao estado pelo ex-governador Flávio Dino para fazer campanha nas prévias do PSDB.

Em novembro de 2021 o ex-governador de São Paulo, João Dória, foi impedido de vir ao Maranhão pelo também ex-governador Flávio Dino. O tucano pretendia fazer campanha nas prévias do partido naquela ocasião. Cerca de cinco meses depois (e sem Flávio Dino no poder), o presidenciável criou coragem e retornará ao estado.

A agenda está marcada para próxima sexta (29/04). Dória deve participar da inauguração da nova sede do partido no Maranhão e de encontro com o governador Carlos Brandão (PSB).

Por ironia do destino, o PSDB no Maranhão deve apoiar o candidato do ex-governador Flávio Dino. O esquerdista articulou a proibição de uma visita de João Dória (PSDB) para fazer campanha nas prévias. Dória pretendia vir ao Maranhão pedir votos para os membros do partido para as prévias. Contudo, poucos dias antes da visita, a equipe de Dória foi chamada na residência do vice-governador, Carlos Brandão, que cancelou o evento a mando de Flávio Dino.

Desafeto de João Dória, Dino mandou dizer que o Maranhão apoiava a candidatura de Eduardo Leite (que também disputa as prévias) e que “o governador de São Paulo não seria recebido no estado”. Atendendo às ordens de Dino, Carlos Brandão fez campanha nas prévias tucanas para o Eduardo Leite.

Apenas Leite fez campanha no Maranhão durante as prévias.