Deputado deixará PSDB após a confirmação de que o comando da sigla ficará com o marido da senadora Eliziane Gama (Cidadania), Inácio Melo.

O deputado estadual Wellington do Curso pode deixar o PSDB para se unir a Lahesio Bonfim no Agir 36. Com a abertura da janela partidária, os políticos podem trocar de sigla até 1º de abril. O prazo serve para que parlamentares possam mudar de partido sem perder o mandato vigente. O período acontece sempre seis meses antes das eleições, marcada para 2 de outubro deste ano.

Após a saída do vice-governador, Carlos Brandão, Wellington planejava permanecer no partido para tentar assumir o comando da sigla. Porém a cúpula nacional do PSDB optou pela união com o Cidadania, que levou a legenda no Maranhão a ser comandada pelo marido da senadora Eliziane Gama (Cidadadania), Inácio Melo. Por isso, Wellington deixou o projeto.

Assim, existe a possibilidade do deputado estadual fazer parte da base de apoio do pré-candidato a governador do Agir 36, Lahesio Bonfim, prefeito de São Pedro dos Crentes. Lahesio se tornou presidente do Agir 36 no Maranhão, antigo PTC, no início deste ano.

O PSD, de Edilázio Júnior, também surge como opção de filiação para o deputado.