O presidente estima que, se aprovada, a medida custará mais de 300 bilhões de reais.

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta (11) em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada que a “Revisão da Vida Toda” do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) vai “quebrar o Brasil”.

O presidente estima que, se aprovada, a medida custará mais de 300 bilhões de reais. 
“Não vou entrar em detalhes. São 300 e poucos bilhões de reais, querem quebrar o Brasil. É questão do Supremo [Tribunal Federal]”, disse

“Pegaram as questões dos precatórios desde o presidente Fernando Henrique e colocaram no meu colo. Se o governo tem como pagar R$ 300 bilhões, tudo bem”, completou Bolsonaro. 

Nas estimativas dos técnicos do INSS, 51,9 milhões de benefícios poderiam ser revisados com o julgamento favorável aos aposentados. Com isso, a União atualizou os cálculos do impacto aos cofres públicos para R$ 360 bilhões em 15 anos.