Após direções nacionais dos partidos deliberarem pela federação, representantes das legendas no Maranhão discutiram composição de chapas nesta quinta.

Os dirigentes do PSOL e da Rede Sustentabilidade se reuniram na noite desta quinta (24) para tratar das agendas programáticas visando as eleições de 2022.

As duas siglas carregam pontos divergentes no Maranhão no que se refere à disputa para o cargo de governador do Estado, haja vista que o PSOL tem dois pré-candidatos ao Palácio dos Leões: Enilton Rodrigues e Luidina Tavares. Por outro lado, o Rede já declarou apoio oficialmente ao projeto do PDT, liderado pela pré-candidatura do senador Weverton Rocha.

De acordo com o presidente estadual do PSOL, Enilton Rodrigues, a primeira reunião teve como foco principal as convergências, especialmente pela formação de chapas proporcionais para deputados estadual e federal visando formar nominatas competitivas e eleger bancada para vencer a cláusula de barreira.

Partiparam da reunião Janicelma Fernandes e Breno Ribeiro, porta vozes estaduais da Rede, Jeisael Marx, porta voz municipal de São Luís; Sidney Nunes, Coordenador Estadual de organização; Enilton Rodrigues, presidente estadual do PSOL e pré-candidato a governador, Antônia Cariongo, dirigente nacional e pré-candidata à senadora; Reynaldo Costa, secretário geral estadual; e o ex-presidente estadual do PSOL e ex-membro do diretório nacional, o advogado Nonnato Masson.

Os partidos reconhecem que é prematuro apresentar definições em nome da federação e que novas rodadas de conversas deverão existir de olho também no cenário nacional.