Vereador Marquinhos (DEM) teceu elogios a Marcial Lima e anunciou que estuda possibilidade de oficializar pré-candidatura rumo ao Senado Federal.

Em pronunciamento na manhã desta segunda (7), durante sessão ordinária da Câmara Municipal de São Luís, o vereador Paulo Victor (PCdoB) indicou Marcial Lima (Podemos) para ser líder do bloco de oposição.

O parlamentar comunista é pré-candidato à presidência da Câmara dos Vereadores e conta com apoio de 18 vereadores – grupo formado para eleição da Mesa Diretora, mas que ainda não está registrado em bloco -, cujas eleições devem ocorrer na primeira quinzena do mês de abril.

“Hoje anuncio, como cabeça deste grupo, que formaremos um bloco parlamentar composto pelos 18 vereadores e gostaria de convidar vossa excelência (Marcial Lima) para ser líder deste bloco. O prefeito pode escolher o líder dele, mas os vereadores escolhem um líder, que será a vossa excelência”, declarou Paulo Victor.

A indicação ocorre devido a decisão do prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), quanto à escolha do novo líder do Governo na Câmera. Raimundo Penha ( PDT) será o novo articulador de Braide no Legislativo Municipal.

Mais cedo, três representantes do Podemos na Casa Legislativa da capital se posicionaram no expediente do dia. O Vereador Chaguinhas e Marcial Lima criticaram o chefe do Poder Executivo de São Luís, haja vista que o ex-líder de Governo na CMSL criticou a interferência do irmão do prefeito e pré-candidato a deputado estadual, Fernando Braide.

Já Octávio Soeiro, também do partido Podemos, lamentou as falas do deputado Arthur do Val sobre as mulheres ucranianas enquanto que o vereador Dr. Gutemberg Araújo (PSC), que também é pré-candidato à presidência da Câmara, falou sobre a ação de saúde em razão do Dia da Mulher, data comemorada nesta terça (8).

Na oportunidade, o vereador Marquinhos (DEM) teceu elogios ao vereador Marcial Lima e anunciou que está estudando possibilidade de oficializar pré-candidatura rumo à única vaga do Senado Federal.