Boris Johnson disse que voz do presidente brasileiro é “crucial” neste momento. / FOTO: Alan Santos/PR

Nesta quinta (3), o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PL), realizaram uma importante conversa telefônica para discutir a guerra na Ucrânia.

De acordo com um porta-voz do gabinete de Johnson, os dois líderes “concordaram em pedir um urgente cessar-fogo e que a paz deve prevalecer”.

Boris Johnson alertou Bolsonaro de que o Brasil era um aliado “vital” durante a Segunda Guerra Mundial, e a voz do presidente brasileiro é “crucial” neste momento de crise. “O Reino Unido e o Brasil precisam cobrar o fim da violência”, acrescentou o primeiro ministro.

Ainda segundo o porta-voz britânico, os dois líderes concordaram na “importância da estabilidade global”. Johnson afirmou que “espera trabalhar de perto com Bolsonaro em questões bilaterais chaves, como segurança e comércio”.

Com informações de Léo Lopes, da CNN.