O crescimento da economia brasileira em 2021 foi puxado principalmente pela recuperação do setor de serviços.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou hoje que
o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil cresceu 4,6% em 2021. Com isso, em valores correntes, o PIB chegou a R$ 8,7 trilhões no ano passado.

O avanço mostra que o país recuperou as perdas de 2020, quando a economia brasileira encolheu 3,9% por causa da pandemia.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país e serve para medir a evolução da economia. O crescimento da economia brasileira em 2021 foi puxado principalmente pela recuperação do setor de serviços.

Nem a crise econômica mundial devido à pandemia freou o crescimento do PIB em 2021 – quando o avanço foi de 4,6%, aumento que não acontecia desde de 2010, quando houve expansão de 7,5%.

“No ano em que a pandemia mais afetou a atividade econômica, o PIB caiu 3,9%. E, no ano passado, a economia se recuperou e superou as quedas”, afirmou a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis