O pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, criticou a filiação do ex-governador Geraldo Alckmin.

O pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, criticou a filiação do ex-governador Geraldo Alckmin, quadro histórico do PSDB, ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). Ciro Gomes participou de uma palestra no Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), nesta quarta-feira, 23, em Brasília, e afirmou que a entrada do ex-tucano no partido socialista é “um conchavo vergonhoso”.

“Acho [a filiação] um conchavo vergonhoso porque políticos de correntes diferentes historicamente se reencontrarem, superarem as suas diferenças na frente do povo, normalmente tem uma razão ancestral, que justifica a superação daquilo, e uma razão futura, que explique por qual motivo é legítimo aquele encontro”, declarou Ciro. As informações são do portal G1.

A cerimônia que consolidou a entrada de Geraldo Alckmin no PSB também contou a presença  do vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão. A solenidade tem como objetivo viabilizar a candidatura de Alckmin a vice na chapa presidencial do ex-presidente Lula (PT) nas eleições deste ano. A filiação de Alckmin foi realizada em cerimônia, também em Brasília, nesta quarta-feira, com a presença de diversas lideranças socialistas.