No último dia 11, Petrobras reajustou preço da gasolina, e postos passaram a cobrar R$ 8 por litro.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou em entrevista exibida nesta quarta (16) que a Petrobras “não colabora com nada” e que, por ele, a empresa estatal “poderia ser privatizada hoje”.

Bolsonaro tem feito críticas à Petrobras em meio aos reajustes nos preços dos combustíveis. No último dia 11, por exemplo, a empresa aumentou novamente o preço da gasolina e do diesel para as distribuidoras e, em algumas regiões do Brasil, os postos estão cobrando R$ 8 pelo litro de gasolina.

“Qualquer nova alta a gente vai, da nossa parte aqui, desencadear um processo para que esse reajuste não chegue na ponta da linha para o consumidor. É impagável o preço dos combustíveis no Brasil. E lamentavelmente a Petrobras não colabora com nada”, declarou Bolsonaro nesta quarta.

“Muita gente me critica, como se eu tivesse poderes sobre a Petrobras, não tenho poderes sobre a Petrobras. Para mim, é uma empresa que poderia ser privatizada hoje, ficaria livre deste problema. E a Petrobras se transformou na Petrobras Futebol Clube, onde o clubinho lá de dentro só pensa neles, jamais pensam no Brasil”, acrescentou o presidente em entrevista ao SBT.