Cantora ironizou valor da multa em caso de descumprimento da decisão judicial: ‘R$ 50 mil? Poxa, menos uma bolsa’, disse a artista.

Neste domingo (27), após o ministro Raul Araújo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter atendido pedido do Partido Liberal (PL) pela proibição de manifestações políticas no evento Lollapalooza, a cantora Anitta debochou da decisão do magistrado.

Na decisão, Araújo estabeleceu multa de R$ 50 mil para o festival a cada vez que a determinação judicial for desobedecida: “Proíbo a realização ou manifestação de propaganda eleitoral ostensiva e extemporânea em favor de qualquer candidato ou partido político por parte dos músicos e grupos musicais.”

Há poucos dias, a Anitta se engajou em uma campanha do Tribunal Superior Eleitoral para incentivar jovens a tirarem o título de eleitor e, com o documento, impedirem a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O Lollapalooza se encerra na noite desta segunda (28). Entre as apresentações, vários artistas demonstraram apoio ao ex-presidente Lula. Pablo Vittar, por exemplo, levantou uma toalha com o rosto de Lula.