Mesmo com 100 mil soldados postos na fronteira ucraniana, presidente nega qualquer plano de invasão.

Um dia após reconhecer a independência de duas regiões separatistas localizadas no leste da Ucrânia: Donetsk e Luhansk, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta terça (22), que não planeja restaurar o império russo no Leste Europeu.

“A Rússia decidiu reconhecer a soberania de duas repúblicas do Donbass […] Dirão que a Rússia está tentando reconstruir um império, mas isso está completamente errado”, afirmou o presidente em coletiva de imprensa.

Na oportunidade, Putin afirmou que continuará a fornecer gás natural aos mercados mundiais e ressaltou que a modernização energética exige considerações meticulosas, que atendam às especificidades de cada país.

“Os últimos anos se mostraram difíceis para o setor global de energia, que experimentou as terríveis consequências econômicas da pandemia de covid-19 […] Uma recuperação precoce deste setor-chave, e sua elevação a um novo estágio, é impossível sem cooperação internacional […] Estamos convencidos de que é do interesse da comunidade global garantir que a transição energética não se torne um meio de promover os interesses políticos e econômicos de certos atores”, declarou.