Pré-candidato a presidente da Câmara de Vereadores teria oferecido vaga a três aliados, negou desentendimentos, mas não disse quem será o vice.

Após circular informações de que o vereador Paulo Victor (PCdoB) teria feito várias promessas, dentre elas a oferta da vaga da primeira vice-presidência a três aliados diferentes para ter apoio na corrida eleitoral à presidência da CMSL, o comunista se manifestou em suas redes sociais.

O pré-candidato a presidente da Câmara Municipal de São Luís fez um vídeo para tentar amenizar a situação em suas articulações para a mesa diretora. Acompanhado dos vereadores Edson Gaguinho (DEM), Aldir Júnior (PL) e Beto Castro (Avante), o parlamentar destacou que a união do seu grupo, formado por 18 vereadores, hoje é fraterna. Além disso, alegou que sua principal missão será vencer a Câmara para lutar pela independência do parlamento.

“Saíram notinhas dizendo que a gente está brigando por conta de vaga de vice e de primeiro secretário. A nossa união é fraterna e a nossa missão é vencer a Câmara Municipal pela independência do parlamento. Você que está mentindo aí, que Deus te abençoe, a nossa unidade é firme”, disse.

Para o cargo, o vereador Chaguinhas (Podemos) afirmou a imprensa nesta semana que foi “premiado” com a vice, enquanto que o vereador Aldir Júnior também garantiu a colegas de parlamento que será o vice de Paulo Victor. Segundo informações, outras promessas foram feitas a demais vereadores e, na oportunidade que teve para desmentir os boatos e esclarecer quem será o vice da chapa, o comunista não esclareceu e, ao que tudo indica, pode continuar enrolando os três aliados e evitando explicações ao público sobre quem é o escolhido.

Com essa decisão, dois destes vereadores podem ser traídos pelo pré-candidato à presidência da CMSL. Do outro lado, a expectativa é que haja a volta de vereadores do Podemos, partido do prefeito Eduardo Braide. Vale ressaltar que o vereador Raimundo Penha (PDT), que também era pré-candidato a Presidência da Câmara, afirmou recentemente que Dr. Gutemberg foi escolhido como o nome de consenso da base do prefeito Eduardo Braide para disputar as eleições da Câmara de São Luís.

Até a votação, muita coisa pode acontecer, tendo em vista que a eleição ocorre em abril, já que fracassou a tentativa de antecipação para este mês.