O país gasta atualmente cerca de US$ 61 bilhões (R$ 312 bilhões) por ano em Defesa.

O país, que iniciou guerra contra a Ucrânia nesta quinta (24), gasta cerca de US$ 61 bilhões (R$ 312 bilhões) por ano em Defesa e está entre os que mais investem na área, junto com Estados Unidos, China, Índia e Arábia Saudita.

A Rússia incrementou seus investimentos nas forças armadas a partir de 2010 e passou por um processo de modernização. Por isso, o poder bélico do país russo não pode ser medido apenas pelo arsenal nuclear herdado da Guerra Fria.

De acordo com especialista em segurança, o internacionalista João Pedro Sá Teles. “Depois da queda da União Soviética, a Rússia passou por problemas econômicos graves que tiveram reflexos na capacidade de manter suas forças armadas, impactando sua qualidade e modernidade. Mas nos últimos anos os russos vêm fazendo um esforço deliberado para reverter essa situação. É uma tendência de renovação e modernização que vem de mais de uma década”, explica.

Para Marcelo Valença, professor de Relações Internacionais da Escola de Guerra Naval, “o processo de modernização que a Rússia passa está envolvendo tanto capacidade nuclear como capacidade convencional”.

Com informações de Felipe Betim, UOL.