Dos 1,7 mil aprovados, Dino nomeou uma parte deles e deixa a bomba nas mãos de Brandão para organizar o orçamento e conseguir pagar todo mundo.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB) divulgou nesta segunda (7), a nomeação de 300 policiais militares do cadastro de reserva.

Além dos Policiais Militares, Dino anunciou, por meio de suas redes sociais, a nomeação de 40 aprovados para a Polícia Civil e 36 aprovados no concurso da Aged.

Prestes a se desincompatibilizar do cargo seis meses antes do primeiro turno das eleições para iniciar a disputa pelo Senado, de acordo com a exigência legal da Legislação Eleitoral, o governador foi cobrado desde 2017 pela não nomeação de mais de 1,7 mil policiais militares aprovados em concurso e no curso de formação de soldados.

Ao convocar, desta vez, apenas 300, enquanto deixa 1,4 mil aprovados esperando, Dino deixará a bomba nas mãos do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), que terá que se virar para organizar o orçamento e conseguir pagar todo mundo.