Yglésio é um ferrenho crítico da forma como Duarte faz política e já classificou o ex-presidente do Procon de criminoso, mentiroso e sociopata.

O deputado estadual, Yglésio Moyses (Pros) encaminhou requerimento à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa comunicando sua saída do Bloco Unidos pelo Maranhão devido a liderança do deputado estadual Duarte Júnior (PSB).

A ascensão do ex-mandatário do Procon e pré-candidato a deputado federal ao posto de líder do colegiado ocorreu através de uma articulação feita pelo parlamentar, vencendo a disputa com o deputado Adelmo Soares (PCdoB), que tinha a preferência dos demais colegas governistas.

“Senhor presidente, nos termos do que dispõe o art. 158 do Regimento Interno da Assembleia Legislativa do Maranhão, requeiro à Mesa diretora que, na qualidade de deputado filiado ao Pros, solicite a minha saída do Bloco Unidos pelo Maranhão”, diz o requerimento encaminhado por Yglésio à Mesa Diretora.

Yglésio é um ferrenho crítico da forma como Duarte faz política e a situação entre os dois ficou ainda mais delicada em meio a disputa da eleição para a Prefeitura de São Luís em 2020. Inclusive, ao manifestar posição sobre o apoio do seu partido a Duarte no segundo turno, Yglésio classificou o ex-presidente do Procon de criminoso, mentiroso e sociopata.

Yglésio Moises não confirmou qual bloco vai integrar na Assembleia Legislativa.