Mesmo após ter recebido mais de R$ 55 milhões para enfrentar pandemia, Zé Francisco (foto) não toma providência indispensável para impedir o contágio da população local

Apesar de já ter recebido mais de R$ 55 milhões em 2021/2022 para combater a pandemia, o prefeito de Codó insiste em não abrir um centro de testagem pra Covid-19 na cidade. Nos últimos dias o número de casos aumentou assustadoramente no estado, inclusive em Codó.

Com a omissão do prefeito em descentralizar as testagens, o tráfego de pessoas nas unidades de saúde. A concentração de pessoas nas unidades tem vitimado principalmente os profissionais de saúde. O número de servidores está sendo reduzido drasticamente e pode resultar em um colapso do sistema de saúde nos próximos dias.

Para tentar minimizar a situação, a prefeitura instalou tendas do lado de fora das unidades que realizam testes. Além do desconforto, a medida também não combate o principal problema: a superlotação nas unidades. Detalhe: o prefeito José Francisco Lima Neres, o Zé Francisco, é médico.

As informações são do Blog do Acélio