Vice voltou a se reunir com prefeitos e lideranças políticas e não abre mão de pré-campanha eleitoral, enquanto o povo sofre com os desastres climáticos.

O vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSDB), retomou sua agenda política que havia sido interrompida por conta das enchentes dos rios Tocantins e Mirador, que tem deixado milhares de famílias desabrigadas.

O mais recente encontro foi com o prefeito de Palmeirândia, Edilson Alvorada. Em suas redes sociais, Brandão afirmou que foi realizado um balanço das ações do Governo do Estado em parceria com a prefeitura, a exemplo da pavimentação de ruas, Praça da Família e outras.

“Mais obras serão realizadas na cidade e vamos garantir avanços em diversas áreas”, afirmou o vice-governador.

Acontece que, nos primeiros dias de 2022, enquanto o Maranhão já enfrentava terríveis inundações, o tucano passava férias nos Estados Unidos. Na segunda (3), o governador Flávio Dino testou positivo para a Covid-19 e teve que cumprir isolamento.

Carlos Brandão, no entanto, retornou dos EUA somente por volta da quinta (6), deixando o Estado sem comando total para resolver os problemas urgentes no início do ano.

Logo, os moradores de municípios como Imperatriz e Mirador seguiam há quase uma semana contabilizando os prejuízos que tiveram devido às enchentes, sendo obrigados a esperar o término das férias de Brandão no exterior para receberem uma efetiva ajuda do Governo do Maranhão.

No fim deste mês, Flávio Dino deve confirmar seu apoio ao vice-governador na disputa pela própria sucessão. Mas, segundo informações, o socialista espera sentar com o Brandão para definir quais espaços deve ter no governo de transição a ser iniciado em abril, cujo método seria uma maneira de garantir estrutura para candidatura própria rumo ao Senado e dos secretários que deixarão o governo para concorrer às vagas na Câmara e Assembleia.

É esperado que, a partir de primeiro de abril, Dino faça mudanças nas secretarias e mantenha posse de pastas como a Secom, Secid, Casa Civil e Saúde do governo Brandão.