Presidente da República seguiu para capital paulista para realização de exames após sentir dores abdominais.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) desembarcou no aeroporto de Congonhas no início da madrugada e foi internado na madrugada desta segunda (3), no hospital Vila Nova Star, na zona Sul de São Paulo.

Bolsonaro estava de férias com a família no litoral de Santa Catarina desde o dia 27 de dezembro, mas teve que viajar após sentir dores abdominais. Há a suspeita de uma nova obstrução intestinal.

“O estado de saúde dele é considerado estável. Bolsonaro permanece em tratamento e será reavaliado ao longo do dia pela equipe do cirurgião-médico Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo”, informou o hospital, por meio de nota.

O médico-cirurgião Antônio Luiz Macedo segue acompanhando o quadro de saúde de Bolsonaro e é o mesmo que operou o presidente depois da facada que levou no abdômen, em setembro de 2018.

Atentado

Em 2018, durante a campanha eleitoral para a presidência do Brasil, o então deputado federal, Jair Bolsonaro, sofreu um atentado ao ser golpeado com uma faca na região do abdômen, desferido por Adélio Bispo de Oliveira, durante um comício em Minas Gerais.

O alto grau de complexidade da cirurgia à qual foi submetido impossibilitou o presidente de continuar sua campanha nas eleições de 2018 da forma tradicional devido ao tempo mínimo de um a dois meses de recuperação.

Após o evento, diversas contas falsas de Adélio foram criadas em redes sociais, enquanto que no perfil oficial do criminoso no Facebook, Adélio já colecionava mais de 9,5 mil seguidores duas horas após ter sido capturado.