Secretário ignorou ofício que exigia o encaminhamento de todos os documentos e informações sobre às obras.

Uma ação apresentada na Justiça do Maranhão no dia 25 de novembro acusa o secretário estadual de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Márcio Jerry, de usar o dinheiro público em obras de propriedade particular.

O processo envolve o prédio do Conjunto dos Bancários, localizado no bairro da Camboa, através do programa Nosso Centro. Manoel Antônio Xavier foi o advogado que formalizou a ação.

O juiz Douglas de Melo Martins decidiu designar uma audiência de conciliação entre as partes para 9 de março de 2022.

Márcio Jerry ignorou o ofício encaminhado à Secid pelo procurador de Estado, Gustavo Saboia. No dia 3 de dezembro, foi solicitado para ele encaminhar ao órgão, todos os documentos e informações em relação às obras no prazo de 72h.

O processo está parado na Vara de Interesse Difusos e Coletivos desde o dia 16 de dezembro, e poderá ser retomado, depois do dia 6 de janeiro de 2022.