Ministro da Saúde diz cerca de 30% nem receberam a segunda dose, cuja situação no Estado só não é mais difícil por conta da capital São Luís.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falou, nessa quarta (29), sobre o cenário de imunização contra o novo coronavírus entre os maranhenses ao comentar a vacinação contra a Covid-19 em todo o Brasil.

Na oportunidade, Marcelo Queiroga destacou o baixo índice do Maranhão ao lembrar o fato de que alguns estados brasileiros estão atrasados na vacinação e ressaltou que o cenário só não é pior graças à capital São Luís.

“Na região Nordeste, o estado do Maranhão tem um percentual muito abaixo, cerca de 30% nem receberam a segunda dose. A situação no Maranhão só não é mais difícil por conta da capital, São Luís, já que em São Luís se vacina muito bem, tanto que está ranqueada como uma das cidades que mais vacina sua população”, disse Queiroga.

A declaração ocorreu quando o titular da pasta de saúde anunciava o envio de vacinas a cidades castigadas por chuvas na Bahia.