A medida visa amenizar os efeitos da crise na população mineira, que teve reflexo no Maranhão ao ser oficiado para garantir o congelamento no Estado.

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), publicou em suas redes sociais a sanção do congelamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) nos mesmos valores de 2021.

“O cobertor das contas públicas de Minas é curto. Mas para amenizar os efeitos da crise no bolso dos mineiros, vou sancionar o congelamento do IPVA 2022 nos mesmos valores de 2021. Seguiremos equilibrando as contas para permitir ações imediatas sem comprometer o futuro”, postou.

A Lei 24.029/ 2021 que determina pela manutenção dos valores da base de cálculo da tabela prevista para o exercício de 2021 no que diz respeito ao recolhimento do IPVA já foi publicada no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais de hoje (30), cujo congelamento evitará o aumento esperado pelos contribuintes.

A medida que visa amenizar os efeitos da crise na população de Minas teve reflexo no Maranhão, cuja repercussão negativa fez com que Flávio Dino (PSB) voltasse atrás e concedesse parcelamento e ampliação dos descontos para cota única do IPVA 2022. Na oportunidade, o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) se manifestou, ressaltando que já oficiou o Governo do Estado para garantir o congelamento do IPVA no Maranhão.

“Não queremos somente o desconto no parcelamento, pois houve um aumento de 23,51%, com relação ao ano anterior. Queremos é o CONGELAMENTO DO IPVA 2022. Ou seja, queremos pagar o mesmo valor de 2021, sem acréscimo”, afirmou o parlamentar.