Kaio Saraiva, presidente eleito da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Maranhão, em seu discurso, após a eleição do órgão, afirmou que o estado não fará da OAB “puxadinho” do Governo. Flávio Dino – frustado com o resultado do pleito – não cumprimentou a chapa vencedora.

Kaio foi eleito para os próximos três anos, 2022/2024. “A OAB não será braço de partido político, a OAB não será puxadinho de governo, nós teremos uma OAB independente”, afirmou.

Assim, é a terceira vez consecutiva que o grupo ligado ao governador Flávio Dino (PSB) e ao ex-presidente da Ordem, Mário Macieira, perde às eleições.

Saraiva ressaltou que deve atuar em defesa dos direitos dos advogados maranhenses e continuar o trabalho que tem sido desenvolvido pelo colega Thiago Diaz à frente da OAB.

“Thiago, seu nome nunca mais será apagado da história do Maranhão. Você libertou a OAB Maranhão das garras da oligarquia, das garras do governo”, completou.