Situação das escolas no interior do Maranhão é precária

O Jornal Hoje, da rede Globo, mostrou nesta semana a situação precária da educação pública em alguns municípios do Maranhão. A reportagem mostrou escolas funcionando sem a mínima condição de estrutura física e pedagógica, devido os problemas como a falta de luz, agua e banheiro.

No município de Igarapé do Meio, foi mostrado o uso da varanda da casa de uma diretora como sala de aula. A situação acontece para minimizar a paralisação das aulas e minimizar o impacto de quatro escolas fechadas há três meses para reforma.

Na Comunidade Retiro dos Pretos, zona rural de Igarapé do Meio, a Prefeitura construiu um espaço de barro e taipa para funcionar como escola. Sem material disponível, a professora contou que a rotina pedagógica é na base do improviso.

Em Monção, a prefeita Klautenis  Oliveira, mais conhecida como Claudia Silva, recebeu verba do dinheiro público no valor de 186 mil reais para reformar 57 escolas municipais. Porem, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal já investigam indícios de que a reforma dessas escolas não foram realizadas.

Já em Bom Jardim, a situação também é precária, com a falta de energia nas escolas, os alunos usam lanterna para estudar. O prefeito Paulo Barros não se pronunciou.