Preços seguiram tendência mundial e subiram mais uma vez na zona do euro. Custos elevados da energia puxaram inflação na região.

Dados divulgados nesta terça (30), mostram que a inflação dos preços ao consumidor na zona do euro atingiu em novembro a maior alta em 25 anos.

Com taxa de 4,9% no mês, a inflação veio acima da previsão e maior que a registrada no mês anterior, que foi de 4,1%. Os preços ao consumidor subiram mais uma vez, devido os custos mais altos da energia e os problemas envolvendo a cadeia de abastecimento.

Os dados na Europa chegam no momento em que o velho continente volta a adotar medidas de restrição por causa do aumento de casos de covid-19.

Países como a Holanda e a Alemanha implantaram novas restrições nas últimas semanas. No caso da Áustria e da Eslováquia foram determinados lockdown. Para os economistas, se as medidas continuarem se espalhando, isso poderá afetar na produção e ampliar as dificuldades na cadeia de abastecimento.